A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Deyvila



Sabe quando a gente fica em casa sem nada para fazer e resolve assistir qualquer coisa que aparece na tevê? Pois é... era assim que eu estava a mais ou menos 8 anos atrás. Naquela época já fazia um bom tempo que tinha formado no 2º grau e ainda não tinha ingressado no ensino superior. Era um tempo que na programação local passava programas de qualidade duvidosa que tinha ao montes nesse período... e numa dessas vezes acabei me deparando com essa lindinha aí do lado, seu nome é Deyvila Santos. Com suas formas "Ellen Rocche" de ser (corpo violão), não tem como não gamar nela.

Ela era uma das vocalista do Grupo de forró chamado Rabo da Gata (nome bem sugestivo para formas anatomicamente perfeitas que receava muito bem as suas calças jeans). Com este grupo, tenho vários vídeos gravados em VHS apenas por causa de Deyvila, onde via e revia sem parar com ou sem câmera lenta, he, he, he... agora essas gravações devem está todas morfadas, pois o videocassete de casa tá quebrado e nem existe mais no mercado, virou peça de museu ou colecionador. Penso um dia em passar em DVD ou tentar colocar no YouTube, todavia ainda não sei como fazer... vou um procurar um amigo meu que entende disso para tentar me ajudar.

Eu era "fã" do grupo apenas por causa dela... só que com o tempo o grupo deu uma sumida e depois apareceu com outra formação, onde ela não estava. Achei estranho e pesquisei para estava seu paradeiro, isso foi sem sucesso. Até que aparece com outra banda chamada Xamego da Gata onde era vocalista principal. Só que essa também sumiu, não sei se acabou ou se está apenas dando tempo. Hoje ela tem uma academia lá Petrolinha que recebe o seu nome (Deyvila Fitness Club) e só tenho contato dela apenas no ORKUT, onde nos tornamos amigos virtuais (ainda não tive a felicidade de conhecer pessoalmente). Eu ainda estou devendo um desenho que a tempos prometir para ela, hi, hi, hi... vou ver se faço e entrego este ano, espera-se.

Ah... as vezes sinto falta dos tempos do VHS, em que a gente podia gravar muitas coisas para guardar de lembrança. Existe ou já existiu aparelho de DVD que grava, porém nunca achei a venda. Era tão bom que eu tivesse esse recursos tecnológicos nessa época... assim poderia ter ótimos vídeos dessa belezinha agora. De qualquer forma, eu encerro esta postagem desejando um parabéns pelo seu aniversário que é hoje e que tudo de bom aconteça na sua vida. Ah! E quem sabe um dia terei o privilégio de conhecer-la pessoalmente? Tomara...

sábado, 17 de setembro de 2011

Elvira



Estava pesquisando na internet e sem querer acabei de descobrir que hoje é aniversário de Cassandra Peterson (!?), que faz 60 anos. Tá! Beleza... mas alguém pode perguntar: Que é essa tal de Cassandra Peterson? E o que a foto de Elvira está fazendo aí?

Pois bem... Cassandra é Elvira.

Interessante é que durante todos esses anos nunca parei para saber que era de fato a pessoa por detrás da personagem gótica que adora falar sobre assuntos das trevas e sobrenaturais. O curioso saber que na realidade ela é ruiva e não morena, como a sua personagem que lhe fez ficar famosa. Tá! Eu já sei que ela usa peruca e esse comentário que fiz é meio besta... todavia nunca pensei que esta seria a cor do seu real cabelo.

Ah! Como me lembro da 1ª vez que eu vi seu filme. Acho que eu ainda morava na Vila Brigadeiro Ivo Borges. Apesar da pouca idade, minha "tara" por mulheres de seios grandes já existia, porém não estava totalmente manifestada. Os meus olhos só fixava no decote que acaba não lembrando de prestar em todo o resto, he, he, he... quem sabe atualmente eu encontre ele vendendo em DVD.

Caso isso aconteça, com certeza irei comentar sobre ele aqui no meu blog.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Fernando Batista Vieira



Hoje um cara muito especial está fazendo aniversário. Ele posso dizer com certeza que é meu amigo de fato, pois desde que conhecemos, nunca mudou o seu modo de pensar ao meu respeito e sempre foi muito atencioso com os outros. Eu conheci em 2007, quando tinha acabado de entrar na universidade no curso de Artes Plásticas.

Naquela época tudo era novidade para mim e ainda estava me acostumando com a nova realidade (para dizer a verdade, estou tentando me acostumar com ela até hoje). Em uma das cadeiras do nosso curso, estava ele ainda cabeludo com seu famoso bigode e um violão guardado num estojo (não sei se é esse o nome que dá para aquela capa), parecendo um Mariachi. Lembro que o pessoal que entrou comigo pensava que ele era do curso de música.

Fernando fez Artes Plásticas, entrando 2 anos antes de mim. Ele gosta de filmes e vários temas como quadrinhos americanos, animações entre outros assuntos de meu interesse também. No ínicio deste ano ele se formou na turma que era para eu ter me formado, mas por contratempos como ouvi demais os outros, se preocupar com quem não se preocupa comigo entre outras estupidez... acabei atrasando o meu curso. Agora ele fez vestibular e está cursando Cinema na mesma universidade. Quem sabe eu faça também um dia... entretanto tenho que terminar este curso de artes que eu só faço enrolar... que coisa! He, he, he... bem, enfim... essa foi a homenagem que posso fazer no momento.

Por isso... parabéns amigo, parabéns pelo seu dia!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Marisa Leal



Faz tempo que não falo de dublagem por aqui. Então, nada mais justo de voltar a falar no assunto numa data espacial. Afinal, tem uma dubladora que está fazendo aniversário hoje e que desde moleque eu gosto de sua voz.

Seu nome é Marisa Leal.

Foi em 1991 que a escutei (que eu me lembrei) pela 1ª vez. Justo na época que comecei a prestar mais atenção nas vozes e percebia um personagem de uma série, tinha a mesma voz de um desenho animado, que por sua vez tinha a mesma de um filme.

Quando você ouve a sua voz, da para sentir uma doçura sem igual... mas isso não quer dizer que ela não consegue fazer personagem caricatos, pois uns dos personagens mais famosos é a megera gostosa Soraiya Montenegro, da novela mexicana "Maria do Bairro" e o Baby da série "Família Dinossauro".


Poderia citar outros personagens que fizeram parte da minha infância: Cintilante (She-Ra), Whilikit (ThunderCats), Linka (Capitão Planeta), Prinscesa Carla (Ursinho Gummy) entre outros.


Agora, personagem que MAIS gosto que ela emprestou a sua voz foi Ariel da animação A Pequena Sereia.

Ah! Ariel... ela é a minha personagem Disney favorita e que graças a Marisa, sou apaixonado mais ainda. Apesar de já ter ouvido antes sua voz em outras séries, desenhos ou filmes, foi com a sonhadora sereinha ruiva que prestei mais atenção. Posso falar com toda certeza que 50% de eu gostar desta animação é por causa da dublagem, principalmente a que Marisa fez para personagem principal.

Os anos passam e sua voz jovem nunca passa, como se fosse para sempre uma eterna adolescente. Tá... eu sei, esta postagem está meio babada, porém não posso negar a admiração que eu tenho por essa dubladora, que com certeza é uma das minhas favoritas.

Parabéns Marisa, tudo bom no seu dia!!!

terça-feira, 13 de setembro de 2011

O Clone



Sexta Feira passada esta novela encerrou e acabei não mencionando dela por aqui. Mas aproveitando a onda de revival 2001 (atentados, duplicata de pessoas no cinema e nas novelas)... acho que ainda posso comentar um pouco e dizer a minha opinião a respeito.

Essa novela é de Glória Perez, a mesma autora de Caminho das Índias: Teledramartugia que tinha como pano de fundo o país que dá título a obra e que foi considerada "o Clone do Clone". Pois bem, o tal Clone que a outra aparentemente se parecia é essa aqui, que no seu caso, a história se passa entre o Brasil e Marrocos.

Ela começa 20 anos atrás quando um romance mal sucedido, um cientista doido inconformado com a morte do afilado e outras tosqueiras aconteciam na face da Terra. Vendo numa célula do irmão gêmeo do defunto uma possível chance de traze-lo de volta, o cientista clona usando uma esperançosa mulher como cobaia para seu hospedeiro. A coitada sonha em ser mãe e acaba sendo "usada" como experiência do doutor maluco. Como é de costume em suas novelas, Glória adora misturar assuntos nada haver para... sabe... sei lá! Foi assim com América (rodeios e imigrantes ilegais), Explode Coração (ciganos e computadores) e Caminho das Índias (telecomunicações e indianos). No Clone, talvez tenha sido a combinação mais polêmica (clonagem e religião) que com certeza foi um dos motivos dela ter feito tanto sucesso.

Eu assistia a novela e não chegava a perder um único capítulo de tanto sucesso que ela fez. Entretanto o final deixou a desejar e não correspondeu a trama que achava muito interessante. Enfim, foi um marco na televisão brasileira e tenho muito saudade daquele tempo. Com certeza se ainda estudasse no Santos Dumont naquele período, era bem provável que ouviria muitas fofocas das minhas amigas, he, he, he...

O Homem do Futuro



Ontem de tarde fui assisti mais um filme, desta vez nacional. Não tenho preconceito com produção do nosso país e graças a Deus, boa parte dos brasileiros não está tendo mais... mudando assim um paradigma que custou para acabar. Entretanto um filme nacional... com ficção? Será que dá certo? Eu achei até a história um pouco simples e até meio bobinha... mas não chega ser chata. Acho que telespectadores menos exigentes vão adorar!

Agora, o que posso elogiar de fato são os efeitos especiais: Caramba! Muito bem feitos... não devem em nada aos filmes de fora!! Nesse quesito eu dou nota 10 com louvor. E nesse filme, os vários Wagner Mouras parecia está realmente lá, nem de longe parece com os "defeitos especiais" da novela das gêmeas que recentemente está sendo reprisada na Globo.

Mas voltando a história... tudo começa quando Zero, um professor e cientista frustado, trabalha num projeto em uma nova fonte de energia. Mas o que parecia apenas uma engenhoca para este fins, acaba se mostrando ser uma máquina do tempo em que transporta o pirado para 20 anos atrás. E foi justo numa festa de faculdade, no momento em que sua vida sem graça torna-se a pior desgraça que o homem pode viver...

Vendo a possibilidade de mudar a sua história, Zero encontra o seu eu mais novo e fala tudo que ele deve fazer e também o que deve evitar para assim mudar seu destino. Porém será que isso será uma boa escolha? Bem... só vendo para saber, he, he, he... eu não vou contar!


A melhor parte que realmente está um show é Alinne Moraes: Caramba! Como ela está gostosa. Sinceramente a vontade de ver o filme apareceu quando eu vi trailer nos cinemas, mas quando vi o cartaz que ilustra essa postagem, a vontade virou obrigação, he, he, he... muito gata!

domingo, 11 de setembro de 2011

As Torres Gêmeas



Impressionante... nem parece que já se passaram 10 anos. Mais impressionante ainda é eu usar o meu tempo para falar de assunto... no decorrer da postagem irão saber o porquê.

Bem... em 1º lugar eu não vou me entreter ao suposto atentado em si, as milhões de pessoas mortas, como isso afetou a história entre outras papagaiadas... a tevê já está fazendo isso muito bem, além de outras mídias e até blogs com certeza o farão. Aqui vou fixar no meu ponto de vista na época em relação ao acontecimento e meu ponto de vista agora depois desses anos todos.

Na época já fazia quase 2 anos de eu ter terminado o 2º grau. Não tinha entrado ainda numa universidade e continuava com uma depressão que começou em 2000. Lembro que era muito raro o antiamericanismo no ocidente, mesmo já crescendo alguns anos antes. Para dizer a verdade, teve momento que chegava a pensar que só era eu que tinha repúdio daquela nação de tanta gente que puxava o saco dela... isso hoje parece piada, mas quem viveu nos anos 80 e 90, sabe do que eu estou falando.

Sempre fui uma pessoa crítica de tudo que ouvia ou diziam para eu fazer, mesmo não conseguindo impor os meus pontos de vistas, ficava na minha questionando o que era transmitindo desde pequeno como "certo". E uma delas era que Estados Unidos da América era representante do bem e da democracia, que só entrava numa briga apenas para defender essas 2 vertentes. Ironicamente foi em um desenho que percebi todos os jogos de alienação cultural que desde pequeno somos obrigados a receber e que geralmente quando temos consciência disso, o estrago já foi feito. Parti daí, sempre procurava ver o outro lado, outras opiniões e como a versão da história deles. Foi numa aula de história que um professor me fez abrir os olhos totalmente com a seguinte frase: "Na guerra não existem os mocinhos e bandidos, e sim os que ganha e os que perdem". Ou seja, que o importa é que ganha, pois a história é sempre contada na versão de quem ganha e nunca dos derrotados. Comecei a analisar todos os acontecimentos ditados por nossa sociedade com fatos históricos, que olhando com mais detalhe, percebe que não é bem assim. Mas vejamos o que eu pensava e agora penso sobre caso:

2001

Estava eu tranquilamente me preparando para assisti meus desenhos animados quando ligo a tevê, nada de desenho. Tinha um prédio em chamas e por um momento não sabia do que se tratava. Depois o noticiário explicou que se tratava de uma das Torres Gêmeas que ficam em Nova York e que tinha sofrido um acidente. Engraçado é que até aquele dia nem sabia que aqueles prédios eram chamados de Torres e que eram enormes.

Na minha visão, aquilo era uma notícia ou tragédia como qualquer outra e eu tinha mais o que fazer. Entretanto aquilo não parava de ser exibida e já estava me aborrecendo, pois tragédias piores acontecia e nem por isso a mídia dava a devida atenção como deram para essa. Lembro que na época quem pensava diferente era logo taxado desumano e macabro. Já hoje...

2011

Com a mente mais madura, penso diferente... pois mesmo os Estados Unidos sendo o país arrogante, a dor da perda é a mesma aqui, no Japão e por lá... afinal, ela é universal. Ser envolvido por outras pessoas que não tem ligação alguma e perder a vida por isso é ato imperdoável. Entretanto, minha opinião ao governo americano não mudou, pois mesmo perdendo sua influência na sua conjuntura atual, continuam vendendo aquela imagem de "certos" e que se preocupa com as coisas justas no mundo.

De qualquer forma, minha visão de agora (humanista e espiritualista) faz com que sinta sensibilidade com todos, sem distinção de credo, posicionamento político ou classe social. Por isso eu me sensibilizo pelos mortos do acontecimento: Desde bombeiros, policiais, civis inocentes até os terroristas.

Conclusão Final

É difícil, mas temos que fazer o possível e até o impossível para tentar entender o próximo... e é isso que falta na humanidade: Entendimento. Só assim teremos a possibilidade de uma paz verdadeira.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Xanadu



Mês passado este filme fez 31 anos. Como não tive tempo, acabei de ter que comemorar esta data no mês seguinte.

Não sou muito fã de filmes musicais (para dizer a verdade nem gosto), entretanto com este aqui eu abro uma exerção pois suas músicas são perfeitas e nostálgicas, mesmo não sendo nem nascido quando foi feito e depois exibido nos cinemas, eu canso das vezes que ficar feliz toda vez que passava na tardes dos anos 80, o filme na televisão.

O filme conta a história do artista gráfico Sonny Malone que precisa escolher entre lutar pelo seus sonhos ou prestar serviços a terceiros para poder sobreviver. Sua vida parecia sem graça até que recebe ajuda de uma estranha e bela moça que o incentiva a correr atrás de seus sonhos. E isso fica mais viável quando ele conhece Danny McGuire, um empresário aposentado que sente saudades de seu tempo como músico em grandes bandas dos anos 40.

Este empresário que, por ironia do destino foi forçado abandonar a sua carreira artística, viu no talento e na inquietação de Sonny, a possibilidade de abrir um bar semelhante ao um que já teve em outrora.


O que os 2 não suspeitam é que a bela garota se chama Kira (será que a personagem de Renata Sayuri foi inspirada nesse filme?) e é uma das Musas, filhas de Zeus que tem como função inspirar os artistas. E foi com esse objetivo que se fez aparecer para Sonny. Só no desenrolar da história, ela acaba se apaixonando pelo artista e com isso pode atrapalhar a sua missão...

Pois é, a história soa um pouco bobinha, mas pra mim sempre gostei, talvez pelo fato de gostar de mitologia, principalmente grega.

Em 2007 finalmente comprei o filme em DVD e não canso de assiti-lo, principalmente eu saber o personagem é uma artista como eu... bem que poderia parecer uma Deusa para auxiliar também, não é mesmo? He, he, he... acho que Kosuke Fujishima se inspirou neste filme para criar a personagem Belldandy do mangá Ah! My Goddess. Tá... eu estou especulando... mas não deixa de ser interessante esse meu pensamento.

(Eu e a minha tara por Deusas...)

Mas voltando ao assunto do DVD, a única coisa que meu deixou decepcionado (em parte) foi de que não tem a opção dublada. Só que por um lado achei até bom, pois assim não tem uma redublagem péssima que com certeza iriam fazer. De qualquer forma eu baixei na internet ontem uma cópia na exibida na tevê... a imagem não está essas coisas, mas vale pelo valor nostálgico. Gosto muito deste filme porque faz eu ter esperança nos sonhos que temos, que muita vezes são colocados pelos outros como irrealizáveis.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O Rei Leão em 3D



Ontem de tarde fui ao shopping assistir essa animação que fez muito sucesso no passado e que voltou aos cinemas. Não sou muito fã, porém como na outra vez não vi na tela grande e agora está em 3D, resolvi ver.

O enredo acho que quase todo mundo já sabe, não é? Trata-se da história de um Leão e seu ciclo da vida, onde isso é quebrado quando um parente tentar usurpar seu trono expulsando-o. Até que anos depois ele volta de seu exílio e reivindica o seu lugar de direito como sucessor de seu pai.

História simples, não é? Pois naquela época já era mais que suficiente para a cativar a todos. Talvez isso não aconteça comigo porque, mesmo que eu goste um pouco do desenho, nunca esqueço isso trata de um plágio descarado de uma animação japonesa.

Mas mesmo com esta mancha na reputação, O Rei Leão faturou muito quando estreou em 1994, tanto que só se falava dele na minha época de colégio que me fez pegar abuso e não querer ver também nos cinemas. Agora mais velho, aproveitei a oportunidade deixando o meu antigo preconceito de lado e fazer um análise com um olhar de um adulto.

Hoje percebi que na história se ver muito elementos filosóficos como piscologia reversa, responsabilidade com suas obrigações e a fuga delas, além de pensamentos espiritualistas orientais (talvez por isso que apareceu alguns religiosos fanáticos querendo detonar o filme). Foi bom ter visto com essa outra visão e também por fazer tempos que não assistia o desenho, deixando mais interessante.


E para encerrar, vou falar da coisa mais importante (pelo menos para mim) que me fez realmente ver pela 1ª vez no cinema este filme: O 3D. Na boa, como era uma animação muito bem feita já na época, pensei que viria com efeito de 3 dimensões muito bom... mas o que achei foi algo semelhante aos filmes com o famigerado 3D convertido. Entretanto, não posso omiti que faz um ano que estou sem óculos de grau e isso deve influi muito ao ver filmes assim. De qualquer forma o desenho é bom e mesmo ter pago um preço salgado, não me arrependo.

Para que é fã deve ser um momento imperdivel.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

September Carrino



Aproveitando que hoje é o Dia do Sexo, que tal falar de outra avantajada? Bora... e a de hoje se chama September Carrino. Quando descobri de sua natureza, seu aniversário já tinha passado. Então, aproveitando o seu nome, resolvi publicar neste mês no mesmo dia que completa ano em Fevereiro.

Ela nasceu em Los Angeles, Califórnia. Quando criança, sonhava muito em ser notada e popular, por isso participou em shows de talentos, peças e aulas de teatro na escola. Entretando, não obteve muito sucesso e o que acontecia mais era dos outros zombar de seu nome exótico (talvez por se tratar de um mês do ano). Depois de se formar e sabendo o que quer, September se tornou uma Nudelo posando para a Playboy e também para um site de Top Less com Mamas Grandes chamado PinupGran. De seios grandes, não tem como não ficar babando por essa gostosa.

Um fato curioso: Suas mamas ganharam proporções gigantescas logo depois de completar 21 anos (adolescentes despeitadas, ainda há esperança para vocês) e parece que ainda não parou de crescer. São essas e outras garotas de mamas avantajadas que faz eu ter esperança de ainda encontrar uma dessas para mim, pois são tantas nesse mundo que não é possível que não exista uma que faça caridade, he, he... ai!

Se bem que ultimamente já perdi as esperanças, pois as várias garotas com esse biotipo nunca me dá bola (ou as bolas, he, he...) e só fico chupando o dedo vendo essas delícias com outros "azarados". Quer saber? Vou me conformar e agora cuidar do meu futuro, é melhor que eu faço!

domingo, 4 de setembro de 2011

Super-Con



Esta semana fez um mês que aconteceu este grande evento em Pernambuco, que é produzido pelo mesmo organizador do Anima Recife. Infelizmente só agora pude comentar a respeito sobre o assunto.

Este evento é uma evolução do antigo SuperHeroCon, que até um ano passado era exclusivo para cultura japonesa e principalmente os super heroís das séries com atores conhecidas por tokusatsu. Agora ele englobar tenta englobar toda a cultura pop. (ou pelo menos tentar, não é?)

Outra novidade é que será 3 dias de evento no lugar de 2, como foi no ano passado. E como eu estou neste ano indo para todos esses tipos de eventos para fazer a minha análise, não poderia de deixar de ir em todos os dias...

Não sei se vou fazer isso de novo.

Bem... no 1ª dia (Sexta Feira) estava muito parado, tinha pouca gente e quase não tinha atração. Talvez por ser a 1ª vez e na próxima isso fique diferente. De qualquer forma eu gostei muito porque passou o filme live action da Yamato, grande desenho de sucesso dos 70 e 80 que ficou conhecido por aqui por Patrulha Estelar. No final do dia teve um sessão com só animes clássicos: Shurato, Street Fighter 2 Victory e Sailor Moon... mesmo com auditório quase vázio, eu fiquei até o final.


No 2º dia a coisa começou a melhorar, pois além de está mais cheio, também atrações muito interessante e algumas até inéditas como a Banda Sinfônica do Recife, que talvez nenhum evento de anime (pelo menos no Brasil) já trouxe atração como esta. Eles tocaram músicas de filmes consagrados e de alguns desenhos animados (não japoneses).

Se tudo der certo, esse pode ser o início de uma grande parceira em eventos desse porte, onde quem sabe no futuro, toque também temas de videogames e animes... sonhar é bom. Engraçado que quando soube da notícia, pensei que quem iria tocar era Orquestra Sinfônica do Recife, mas esse é outro grupo.


Neste dia também teve antes uma demonstração de Artes Marciais, Cosplays, apresentações circenses e no final um show com um grupo do Sudeste que 1ª vez tocou por essas bandas: Ganji Sentai. Eles tocavam muito bem temas de animes e tokusatsus em versão metal, porém nada de excepcional. De qualquer forma foi legal e aprovo um possível retorno em próximas edições.

Também teve depois outro grupo de rock que não me lembro nome, que acabei não ficando até o final... pois aquele lugar é muito esquisito a noite e se demorasse mais, poderia perder o ônibus para ir embora. Então decidi não arriscar e assim que ouvi duas músicas, cair fora!

E finalmente no 3º dia, vi o que uma quantitade enorme de gente, onde mal dava para se movimentar, mostrando mais uma vez que já passou da hora de arranjar um pouco maior. Foi interessante, teve apresentações de mais Cosplays e com algumas com uma perfeição estupenda como essa do Príncipe da Pérsia.


No final teve 2 cantoras japonesas que encerram com chave de ouro, sendo uma delas que canta a música de uma das abertura de Cavaleiros. Estava com intenção de gravar a música toda, mas tive um problema com a câmera, onde só deu para gravar o final. Como gravei, coloquei assim mesmo apenas como registro.



Enfim, é isso... apesar de ainda está no início de uma nova fase, percebi que a evolução do evento realmente era visível, mesmo que ainda pouco. Se mudança iria aumentar depois, só o tempo para dizer. Agora de todos os pontos positivos, o único que não aprovei foi a proibição de entrada de comida. Acho muito anti-ético forçar o povo a se alimentar naquelas barraquinhas autorrizadas que cobra um verdadeiro assalto para lanches mixurucas... principalmente num lugar distante de tudo que não tem opções... patético.

Pelo menos foi bem melhor que o Brasil Anime Clube...

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Salma Hayek



Sabe, tem tantas peitudas que falei ao longo deste ano e nos anteriores, que acabei esquecendo de uma muito especial para mim e que tenho a obrigação de falar e não falei... ainda: Salma Hayek. Já falei de seus filmes como Bandidas, Gente Grande... mas nunca da atriz responsável pelos personagens que os receava.

Salma Hayek Jiménez nasceu no Mexico em Coatzacoalcos. Filha de um libanês com uma espanhola (sugestível, não?), ela pequena foi estudar nos Estados Unidos. Ao voltar ao seu país, chegou a ingressar numa faculdade para estudar "Relações Internacionais", porém largou os estudos para seguir com a carreira de atriz, tendo como o 1º papel da princesa Jasmine em Aladin e a Lâmpada Maravilhosa (aquela mesma história que inspirou o desenho da Disney). Com este trabalho, foi visto por um produtor e que a convidou para uma novela, no qual fez outras logo após tendo uma como protagonista.

Mesmo com certa notoriedade na nação mexicana, ela resolveu voltar ao EUA para estudar atuação, o que rendeu alguns pequenos papeis em filmes e programas de televisão. Despertou interesse de diretores que a convidava papa participar com personagens pequenos, porém que eram de formas marcantes, que aproveita e muito sua beleza de curvas infinitas. Só que a pequena delícia queria mais, querendo provar que é uma baita atriz e não apenas uma gostosona que todo mundo baba, ela produziu uma película que seria a sua grande ousadia: Frida.

Neste filme mostrou a grande (?) atriz que é... fazendo o papel da personagem título: Uma grande pintora que expressava a sua dores da vida no seus quadros. Lembro-me que foi nesse filme que tive uma melhor de quem era Salma Hayek, apesar de acredito eu ter visto outros filmes antes sem presta muita atenção nela. Depois fez mais papeís de super gostosa até que em 2007 teve sua 1ª filha. E nesse dia tão especial, que é seu aniversário, aproveito para encerrar esta postagem desejando um feliz aniversário para essa pequena delícia mexicana... de grande fã seu que, como México, quer te conhecer um dia, quem sabe...

Só uma curiosidade: Conhecida pelos seus belos e fartos seios, Salma certa vez rezou que fosse maiores quando era mais nova, pois achava que eram muito pequenos. E quando fez isso numa igreja que passava junto com sua mãe, seus peitos viraram esses belos melões depois de 6 meses... ô maravilha!!

Ainda tem gente que diz que Deus não existe, he, he, he...

Mundo Canibal


Esses dias que estou navegando na internet (para não dizer o ano todo), estou vendo um monte de porcaria. Sinceramente eu poderia no lugar está procurando coisas mais úteis na minha curta existência humana... porém, uma dessas porcarias sempre me chamou atenção e hoje estou vendo sem parar, he, he, he...

Pela imagem abaixo, não preciso nem dizer do que se trata, não é?


Meu 1º Contato com esse Mundo

Bem... a 1ª vez que ouvi falar nem prestei atenção direito. Foi numa reportagem na MTV sobre os desenhos que circulavam na internet, sendo o apresentado o que aparece pela 1ª Chuq Norris (ainda como mesmo sobrenome do ator de porrada que foi parodiado). Além disso, tinha muitos outros personagens com características únicas que nunca antes se via até então. O problema que naquela época eu mal usava computador e mesmo anos depois tentando procurar na net, já não lembrava mais por onde encontrar.

Quando redescobrir o Canibal

Eu já estudava Artes Plásticas na UFPE, ouvi a respeito de um colega sobre um site com animação em flash muito tosca e que tinha um humor muito ácido. O nome deste site era "Mundo Canibal". Fiquei curioso e resolvi pesquisar... no final achei as benditas animações, até aquela de Chuq, agora com o sobrenome Nóia. Só que lá achava o carregamento muito lento e por isso, tentei ver se eles tinha algum canal no YouTube, mas em vão. Lá só achei vídeos em canais não oficiais... até que em Março deste ano saiu o canal oficial:


Demorou! He, he, he... gosto muito da animação deles, mais tanto... que isso me faz até lamentar de uma coisa semelhante que eu senti quando vi o filme Sucker Punch: Que quando uma ideia aparece e a gente não a recebe, ela simplesmente procura outro lugar para se manifestar... maldito inconsciente coletivo!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Tiana Lynn



Tá bom.... esse blog ele é meio estranho, pois não decide se é de humor, pessoal ou boazudas. Entretanto, como já falei antes, esse blog não segue um linha definida, já que ele é apenas a minha mente publicada, ora... e o que está passando nela no momento é para falar desta lindinha da foto ao lado que faz aniversário hoje.

Seu nome é Tiana Lynn, uma atriz do entretenimento adulto que recentemente se aposentou. Ela é uma baita de uma gata, muito linda, de deixar muitas mulheres que conheço no chinelo.

Vou dizer, foi-se o tempo em que filmes desse tipo tinha apenas atrizes honrosas, cenas sem graça e música tema de buteco. Agora aparece cada princesa que a gente nem imagina as extrapolias que fazem dentro de um set de filmagem. Um dia elas serão vistas como artistas de verdade...

Ha! Ha! Estou zoando... porém uma coisa é certa: Eu gostaria de ter a felicidade em conhece-la pessoalmente... e não estou falando no sentido bíblico. Mas enquanto isso não acontece, fica aqui a minha homenagem para uma das mulheres mais lindas que já vi.

Parabéns Tiana pelo seu dia!!

Outros Trecos...