A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Blog Parasita


Um convite para Protocooperação

Êita! Este blog está consumindo muito o meu tem tempo. Não faço nada, durmo ruim pra caramba e ainda destrói uma amizade que gostava tanto. Para dizer a verdade, era uma paixão reprimida que antes já era difícil de se concretizar, agora está praticamente impossível!? E percebo que estou vivendo quase como "uma simbiose não vantajosa", que não se sabe onde termina o meu blog e começa a minha vida.

Por isso, acho que a parti do próximo semestre, a minha participação por aqui será bem breve, pois não quero ficar correndo atrás do tempo que não tenho para fazer os meus trabalhos de universidade, projetos artísticos e problemas pessoais, já que vou acabar gastando ele todinho antes por aqui se continuar assim.

Fico feliz pelo meu rendimento este ano... só que nas outras áreas, estou deixando a desejar... e muito! Espero que os leitores que vem aqui ler as minhas postagens não fiquem desapontados. Eu realmente preciso dá um tempo disso aqui, ter uma vida um pouco mais real e menos virtual. Gosto muito do meu blog...

Mas está na hora viver um Mutualismo mais facultativo...

terça-feira, 29 de junho de 2010

Mais do mesmo...


Pois é... eu fiz de novo:

Não estudei para a prova de P7 (Piscologia da Educação 7) que ironicamente, era a prova final!? Meu Deus, que vergonha... pior foi ver a cara do professor olhando para mim e parecia que estava pensando: "Que mané... não sabe de nada dessa prova tão fácil!?" E realmente ela estava... tive praticamente uma semana para estudar para esta prova e não fiz!?!

Não querendo me defender, mas acredito que isso aconteceu por eu dá mais atenção para assuntos menos importantes, a ponto de não pensar em mais nada. Poxa... e eu planejei tanto que este semestre não tiraria notas ruins, muito menos reprovar... e essa cadeira, se eu for reprovado, será uma ridícula reprovação, pois só precisa de 2,0 pontos na média!?! Não foi um deslize, foi uma avalanche!?! Agora corro risco de fazer esta cadeira... pela 3° vez!?! Pois já fui reprovado no semestre passado. Isso se não acabar sendo jubilado... minha vontade era de achar um buraco para enfiar a minha cabeça!

Sendo sincero: Percebo que sou um cara inteligente, não tenho problema de assimilar os assuntos ou aprender os conhecimentos apresentados. Todavia começo a perceber que meu maior problema é a preguiça: Não estudo e acabo deixando tudo para última hora. Só que assim, não tem gênio que aprenda!? Este comportamento inútil apareceu para mim desde que era pré-adolescente, e nunca parei para tentar me corrigir. Olhando agora com serenidade, vejo porque nunca conseguir as coisas que eu almejava... e também, porque as pessoas não confiam em mim, por mais que tente ser legal com elas. Bem feito! Quem manda ser irresponsável??

Depois de hoje, não tenho moral para cobrar mais nada dos outros.

domingo, 27 de junho de 2010

Click


Parece uma simples comédia... mas não é!

Hoje de tarde passou um filme até que interessante: Click. Eu já tinha assistido antes, mas desta vez resolvi prestar mais atenção na película. Nela conta a história de uma cara aborrecido que por mais que tente, nunca consegue crescer na vida, ele é um arquiteto casado e com dois filhos. Seu nome é Michael Newman.

Um dia Michael chega exausto em casa e resolve assistir televisão. Só que ele pega o controle errado e acaba ligando outras coisa. Muito furioso, ele resolve sair para comprar um controle universal, ideia sugerida pelos seus filhos, em exemplo do seu vizinho que tem um. Com este controle ele poderá tem domínio em qualquer objeto e não precisaria mais se preocupar se pegou o certo.

Michael sai a noite a procura deste controle quando de repente ele encontra um inventor numa das lojas que visita: seu nome é Morty. Este inventor apresenta um produto que de tão moderno, nem saiu nas lojas... Um protótipo de controle remoto universal, tudo que Michael queria. E Morty oferece esse produto avançado de graça para ele, que hesita um pouquinho, mas acaba aceitando.

Ao chegar em casa, Michael começa a perceber que não se trata apenas de um o controle universal, e sim um objeto que dá poderes para controlar a sua própria vida. No inicio ele fica com medo, mas logo após voltar para loja e falar novamente com o inventor, e este falando da vantagem que se trata do controle, ele começa a gosta da ideia... e por aí vai! Eu sempre uso este artifício quando não quero continuar contando a história do filme.

Só posso acrescentar que no decorrer do filme, Michael não fica com tanta felicidade de poder controlar a sua vida, ao perceber que as várias escolhas que ele fez, como por exemplo crescer no emprego; pular as preliminares na hora do sexo e evitar resfriados, começou a ficar programado no controle e muitas coisas importantes da vida ele acabou perdendo. E isso é uma alerta para todos nós: A gente as vezes magoa pessoas queridas e mesmo assim não se importa. Fazemos escolhas estúpidas... e nem sempre poderemos voltar atrás. Michael, ansioso pelas vantagens que queria receber da vida, não queria esperar passar pelos momentos ruins. Só que isso custou o rumo de toda sua família.

Já li uma crítica que este filme ele "caga" no final, porém se esquece que se trata de um filme americano. E estes filmes sempre são assim. Eu gosto dele porque faz a gente pensar que não temos uma segunda chance. E nem tudo que é bom, vem de graça ou sem adversidade. E também nunca se deve ler um crítico de cinema, principalmente quando você está ansioso para ver um filme.

Esses idiotas frustados só fazem estragar a sua vontade.

Steve Seagal



Não, não está errado o nome da postagem: O filme é Steve Seagal, afinal vendo um, você vê todos.

Ontem de noite fiquei em casa e resolvi fazer este sacrifício. Eu sempre ouvia que os filmes dele não prestava, mas como fazía tempo que não assistia um só, resolvi fazer este sacrifício. Agora... caramba, mais como é ruin!?! Não sei como aguentava assistir quando era mais jovem...

A história é sempre a mesma: Ele aparece e quebra todo mundo de porrada... e sem se mexer um fio de cabelo!! Acaba a gente ficando até com pena dos vilões. Sem contar que isso ele faz não demostrando uma emoção alguma. Engraçado que no ínicio, percebi porque nestas histórias sempre "puxa a sardinha" para ele:

Roteiro é escrito pelo próprio!! Pelo menos o filme de ontem era...

Filmes de ação os atores são "exemplos" de dramaticidade, mas este cara aí... credo!! Não sei como sair vivo depois de assisitir um filme dele do começo ao fim. Se por ventura, alguém morrer e tiver como opções: Ir para o inferno ou lutar com Steve, escolha sempre a 1° opção, pois o diabo é menos cruel.

domingo, 20 de junho de 2010

Chico Xavier



A principio eu iria assistir este filme em Abril junto com uma certa pessoa. Porém tive um desentendimento com a mesma e acabei não indo. Ele acabou saindo do circuito comercial e com o tempo perdir o interesse... acontece que nesta Sexta passada, depois de ir carregar o meu cartão de passagem de ônibus, passei ao lado do Teatro Parque e vi que tava passando a película por lá... e então resolvi ver.

O interessante é que o filme é até que é legal, mostrando um pouco da vida deste senhor que passou praticamente toda ela cuidando dos outros. Eu nem conhecia muito sobre a história dele, nem mesmo que era careca. Mostrou vários momentos da vida de Chico baseando numa famosa entrevista que ele fez na televisão, na década de 70.

Não tava com muita fé no filme, pois sendo uma produção conjunta com a Globo Filmes, já estava esperando um filme bem mal feito. Ainda bem que eu estava errado, pois ele não deve nada, nem para os filmes estrangeiros. Pretendo alugar-lo ele quando sair em DVD para mostrar para o meu pai, que gosta destes assuntos... ou quem sabe, até comprar para ele. Apesar de está um pouco com sono, foi muito divertido passar uma Sexta chuvosa vendo o filme tão bom, mesmo que sozinho.

Valeu a pena e recomendo ele para todos!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Brasil na Copa



Hoje estreía o Brasil na Copa. E como todos os brasileiros sabem, isso é acontecimento e tanto que no Pina, bairro do Recife, colocaram um telão enorme de 42 metros quadrados, monstro mesmo, além de shows com 9 horas de duração! Uau!! É praticamente um carnaval, coisa boa e culturalmente ótima... será mesmo? Sinceramente eu não sei...

Afinal, para quem me conhece, sabe que eu detesto futebol. E cada 4 anos, é essa mesma palhaçada! Não existe assunto algum, a não ser este danado jogo de 22 idiotas atrás de uma bolinha. Nada contra quem gosta, afinal tem tantas coisas que eu gosto que ninguém quer saber, é só olhar no blog os "lindos" comentários que eu recebo das minhas postagens. Porém, isso não é problema para mim, estou acostumado com este tipo de rejeição.

Agora, a minha bronca maior não é com o jogo em si, e sim a importância exagerada que a mídia tem com esse assunto, esquecendo de outros de maior importância para nação ou os outros esportes, que são sempre completamente ignorados. A pessoa que não gosta, como eu, não tem outra opção... ainda bem que tem DVD. E já que falei em nação, se percebe muito nessa época como o povo fica tão "patriota": Todo de verde e amarelo... que bonito. Só que isso tudo por causa apenas do futebol. Não duvido nada que tem quem diga que a bandeira do Brasil tem as cores da... seleção!?!?! Credo!! Ignorância e a festa é a alma do negócio por aqui.

Única vantagem é que nos dias de jogo da seleção, não tenho aula na Universidade, que eu posso descansar ouvindo música ou simplesmente dormir... se contar que preciso agradecer, embora tardiamente, aos meus concorrentes de vestibular no qual eu fiz, que perderam tempo vendo o Brasil perder na Copa anterior, ao invés de estudarem, he, he, he... aproveitando, não acredito que todos países do mundo param quando a sua seleção está jogando. Acho que esta palhaçada é só aqui. Já pensou se os Estados Unidos parassem o país para todos os esportes que eles são bons!? Haveria outra quebra da bolsa, só pode...

Enfim... futebol é uma droga e nem estou aí para essa porcaria. E espero que este ano, a final da Copa seja com o tão sonhado embate: Brasil vs. Argentina... todo mundo ficaria feliz, até eu!? Com Argentina ganhando, é lógico!

domingo, 13 de junho de 2010

Yulia Nova



Tem horas que indo para o meu curso de Artes que faço na Federal do meu estado, fico pensando o porquê de nunca encontrar mulheres do meu gosto. Talvez seja porque elas são muito raras de encontrar, como esta aqui da foto ao lado. Seu nome é Yulia Nova.

Fico só pensando como era está próximo dela no momento que seu corpo estava transformando de uma bela adolescente para essa deliciosa mulher. Esta garota não é necessariamente uma atriz pornô, e sim uma modelo que faz ensaios de fotos e vídeos pelada... ou como o saudoso e polêmico Clodovil dízia: Uma "Nudelo". Ela, que é russa e 1 ano mais nova que eu, faz o maior sucesso no Japão e redondezas...

Sua forma física é perfeita demais e sinceramente, das várias garotas de seios fartos que encontro pela web, ela é a que tem os peitos mais perfeitos. Eles balançam tanto que parece que tem vida própria... lembra até de uma conhecida pessoa, que na 1° vez que a vi, não paravam de se mexer com movimentos bem simples!?

E Yulia Nova é o exemplo maior desse tipo, que são os melhores... he, he, he... só de ver-los se mexendo... é uma felicidade!! Ai! Ai! Isso é um desejo materialista que ainda não consigo largar. E com estes olhinhos azuis então? Tenho até vontade de aprender russo apenas para um dia eu ir para terra dela e quem sabe encontra-la. Talvez quando ficar rico e famoso, isso aconteça! O meu império já comeceiSe o comunismo soviético ainda existesse, Yulia Nova seria uma ótimo exemplo de que tudo que é bom devem ser compartilado, pois ela é gostosa demais para um homem só.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Fúria de Titãs



Depois de muito tempo, finalmente eu vi este filme. E acabei vendo num dia com o preço mais caro, pois no dia anterior, eu cheguei tarde para sessão, gastei a passagem do transporte a toa!

Eu vi a versão em 3D, que por sinal não valeu a pena! Só gastei dinheiro. A película quase não tinha este efeito, bem diferente de Avatar. E por falar neste filme, o protagonista é o mesmo ator: Sam Worthington. Deve tá virando o novo queridinho de Hollywood.

O filme é um remake de uma produção inglesa hormônia de 1981. O filme original nunca vi do começo ao fim, porém já me disseram que é bem melhor que esta versão de 2010.

Li por aí que ele, apesar de ter uma ótima bilheteria, não foi bem visto pela crítica. Eu mesmo não achei grande coisa, a não sei pelo fato que este filme faz uma homenagem a versão de 81, quando mostra rapidamente a coruja de metal, he, he, he... isso eu me lembro do filme original e achei muito legal.

Agora o que não gostei muito foi o fato de terem alterado a história original da mitologia, fazendo com que Perseu não ficasse com Andrômeda, e sim com Io, que nem pertence a esta história e é uma das conquistas do taradão Zeus. Só que levando para este lado nem a versão do filme dos anos 80 é fiel, pois na mitologia o monstro que vai devorar Andrômeda não é Kraken, que por ainal esse nem da mitologia grega é... e sim nórdica.

Resumindo: Um filme pipoca, apenas isso.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Gatinho de Rua



Estava eu ontem como sempre lamentando das minhas desgraças da vida, andando a esmo... quando me deparo com este gatinho: Sozinho, sem ninguém para ajudar, mas dormindo tranquilamente no meio da rua.

Ao observar-lo, percebi como sou um tremendo egoísta.

Atualmente estou com minha família em ruína: Minha mãe está doente, mentalmente e fisicamente; meu irmão mais velho sem emprego e com o futuro incerto; meu pai com glaucoma, ou seja, uma doença incurável. Além de que a minha vida acadêmica está uma droga e no campo do amor, não é apenas somente uma simples piada... e sim um circo inteiro!? Mas sim... e daí???

Resumindo: Tinha todos os motivos para amaldicioar para sempre o meu destino. Todavia, ao deparar com a realidade do gatinho, vejo que não tenho nada o que reclamar... pois este gato está dormindo quietinho, mas... quem garante que amanhã ele estará vivo?!? É triste, mas é a realidade da vida... principalmente dos bichanos, alvo certo para as "almas sebosas" que existem no mundo.

E é por causa disso que não posso me abater... não tenho este direito!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Simetria Especial


Neste Sábado último, fui ao Shopping Recife assistir uma palestra que aconteceu dentro da Livraria Saraiva: "Mudanças Climáticas e a Saúde". Como próprio nome da palestra diz, foi a respeito dos problemas climáticos e qual é o perigo que isso pode afetar a nós, seres humanos.


Esta palestra foi em comemoração aos 4 anos do programa Semetria na Rádio Universitária FM, programa produzido e realizado pela radialista Patrícia Breda. O engraçado é que nunca tinha visto o seu rosto, pelo menos sabendo que era a própria... coisas comuns quando se acompanha programas pelo rádio. Pensava até que era mais nova e loira. Todavia, sua simpatia é a mesma, não há como negar. E por falar em loira, a palestrante se chama Dra. Frances Lacerda, Coordenadora do Laboratório de Metedologia de Pernambuco (Lamepe), e do Projeto Estudos das Mudanças Climáticas e seus Impactos em Pernambuco. Ela participou do encontro em Copenhague, Dinamarca, realizado em Dezembro de 2009.

Eu gravei um trecho desta palestra para colocar aqui no blog:


Foi muito interessante... é uma pena que estava muito ansioso em tirar fotos que teve hora que nem deu para prestar muito atenção. Mas de qualquer forma, valeu pelo registro do evento... e também de saber que não tem lugar algum para fugir... que medo!


Também teve a participação da Ação da Cidadania Pernambuco Solidário, em que as pessoas traziam alimentos não perecíveis para doação. Eu mesmo fui um deles, he, he, he... Além do cantor e compositor Tito Lívio. Gostaria de saber de onde ele é, se é daqui ou de outro estado?! Enfim, as músicas dele são bem legais.

Outra coisa bem interessante, foi conhecer Maria Clara, pois eu sempre ouvia falar dela no programa de rádio e nem em sonho sabia que era a filha de Patrícia. Pensava que era só uma produtora do programa ou auxiliar do som, por aí! Ela me deu este número para o sorteio, mas acho que não tive muita sorte com ele, he, he, he... só que ter a conhecido já valeu a pena... e eu nem sabia que era tão novinha!!

Foi muito interessante este evento e vale a pena assisti este programa, que já faço isso a 2 anos, eu acho... agora só fiquei triste por não ter ganho o brinde do CD "Chakras e Mantras" que a tempos procuro em todas as lojas especializadas e não encontro... espero ter mais sorte na próxima vez.

domingo, 6 de junho de 2010

Os Sem-Floresta



Hoje de tarde passou na tevê um desenho que eu gosto muito: Os Sem-Floresta. Um desenho muito bom e divertido que eu vi no cinema a 4 anos junto com uma amiga.

É uma história de alguns animais que vivia numa floresta e foram hibernar e, quando acordam na primavera, percebe-se um grande "muro" em frente ao seu habitat natural. Sem saber do que se tratava este tal muro, os animais liderados pela tartaruga Verne tentam investigar.

Só que neste exato momento aparece um extrovertido guaxinim chamado RJ e conta a eles o que realmente aconteceu. RJ diz que durante o período de hibernação dos animais, foram construido uma cidade ao redor da floresta, que agora não passa de um simples espaço verde pequeno.

Manipulador, RJ convence os animalzinhos que a melhor forma de sobreviver é adquirindo as deliciosas goluseimas que o mundo dos humanos tem a oferecer. Só que isso não passa de um truque deste ardiloso guaxinim que em seus planos queria usar-los para poder pagar uma dívida que fez com o urso Vincent, ao perder suas goluseimas quando tentou roubar-lo. Vincent deu o prazo de uma semana para RJ recuperar tudo de volta, se não quiser morrer... e por aí vai! Acontece muitas coisas durante a trama e no final, aquele momento clichê em que suposto canalha se redime e salva os seus novos amigos, ou como no próprio desenho diz: Sua família.

Mesmo com este final "água com açucar" acho o máximo este desenho, pois ele faz uma tremenda crítica ao consumismo e o desperdício. Mostra como a sociedade moderna está tão fútil que esquece de valores milenares como a amizade em favor da comodidade e o egoísmo. Eu particularmente ainda não sei porque ainda não comprei o meu DVD, pois é muito bom... ainda mais que agora está muito barato. He, he, he... quem sabe agora que estou empolgado com o filme, eu resolva comprar? Quem sabe...

Outros Trecos...