A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

domingo, 29 de outubro de 2017

Donna Summer


A Rainha do Disco e Dance Music.

Milagre, uma postagem nova... Pois é, depois de ficar um tempão sem postar nada, volto aqui a postar porque aconteceu algo maravilhoso ontem: encontrei uma música que estava procurando um ano inteiro. Eu não lembrava da letra, da cantora... só da melodia. Ficava cantarolando o tempo todo pra ver se lembrava. Tudo em vão, mesmo procurando em músicas antigas, nos hits dos anos 80 ou 90... e nada. Até que numa epifania, resolvi procurar em trilhas sonoras internacionais em novelas que fizeram muito sucesso.

E não é que achei!? He, he, he...

Descobri o nome da cantora: Donna Summer. Também descobri que infelizmente ela já faleceu, vítima de um câncer no pulmão há 5 anos. Sabe, eu sempre ouvia o nome dela, mas nunca me interessava em saber quem é, nunca fui até pouco tempo atrás saber mais sobre os artistas, uma falta minha... Eu era ligado mais nas músicas, como por exemplo essa que marcou muito no final da infância e início de adolescência. Talvez porque ela era trilha de uma novela que eu gostava muito. Hoje até me arrependo um pouco de ter sido assim, sinto que perdi muita experiência com isso.

Enfim, assim que encontrei fiquei feliz demais, passei ouvindo o Domingo inteiro no loop eterno, he, he, he... porém um pouco triste, pois lembrou de uma época boa que não volta mais e que acho que aproveitei muito mal. Só que como a letra da própria música fala: "Esqueça os tempos ruins, lembre-se dos tempos bons, levante a cabeça e suma". Um fato curioso dessa música é que ela não fez muito sucesso pelo mundo, entretanto explodiu na América Latina principalmente no Brasil.

Ah! Acabei esquecendo de dizer que nome da música é Breakaway.

domingo, 21 de maio de 2017

Ex Retardada e seu Noivo Inseguro


Ontem acordei melacólico e não sei porque estava sentindo assim, pois não tinha nenhum motivo aparente... Entretanto no decorrer do dia aquilo se tornou tipo um presságio do que iria acontecer.

Eu, a Ex Retardada e o seu Noivo Inseguro com Complexo de Corno.

Mais tarde já recuperado da melancolia e vendo gameplays na web, meu pai aparece no meu quarto dizendo que uma amiga queria falar comigo. Eu perguntei quem era e aí quando ele disse o nome, deu um frio na barriga, porque tipo: que raios essa mina quer falar comigo justo agora!?

Então perguntei como se deu isso, aí ele disse que quando compartilhou um vídeo para um monte de gente pelo celular, ela retornou perguntando quem era. Aí quando ele se identificou sendo meu pai, ela disse que queria falar comigo. Meu pai perguntou o que era pra fazer. Eu pensei um pouco... então falei pra não fazer nada, a menos que ela mandasse outra mensagem que aí entraria em contato com ela. Só que depois eu pensei bem e vi que não é porque no passado ela me ignorou inúmeras mensagens que eu deveria fazer o mesmo, vai ver era uma coisa importante. Mandei uma mensagem simples e direta por e-mail dizendo o que meu meu pai tinha me dito e que se fosse falar comigo tinha que ser por lá, já que não uso celular.

Mandado a mensagem fui fazer que estava fazendo e nada dela retornar. Beleza! O tempo passou e segui com a minha vida... Só que no início da noite recebi numa rede social uma solicitação de mensagem de um cara qualquer. Vou ver do que se trata e aí vejo que é um mané falando um monte de abobrinhas como "perseguir, noiva e tal..."  e eu sem entender patavina alguma do que ele tava dizendo, perguntei se era doido e do que tava falando, pois não estava reconhecendo. Aí ele falou que a noiva dele era a tal menina (aquela que queria falar comigo) e que eu estava se passando por meu pai para atazaná-la.

Abismado, respondi que não e falei que foi meu pai mesmo que mandou aquela mensagem para um monte de gente e que acabou mandando pra ela também, pois tinha esquecido de tirar o número dela no telefone dele. Mesmo assim o cara continuou falando besteira que me aborreceu e fez bloqueá-lo

Horas depois vi que aquele e-mail que mandei mais cedo (que nem esperava mais que fosse respondido) teve resposta. Era a tal menina falando uma monte de asneiras e aproveitando para passar na cara um monte de besteira que fiz... O problema é que essas besteiras já tinha 4 ANOS!? Coisas que fiz no passado e me arrependo, pois a pessoa em questão (que fiz essas coisas) mostrou valer menos do que aquilo que o gato enterra.

Irônico foi ver uma menina que tempos atrás debochava de mim chamando de "drama queen" por ser mais emocional, dá chilique porque meu pai mandou um vídeo e pensou que era eu.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

O que NÃO entendo nas Mulheres


Começando Abril com uma postagem aparentemente polêmica, mas na verdade é apenas um desabafo. Sabe, algo que não consigo entender é a mente das mulheres. O que antes era pra mim um obstáculo que eu mesmo criava, hoje em dia não sei se é isso mesmo que realmente acontece.

Coloquei esta imagem porque a menina que menciono na postagem disse
que faria um cosplay desta personagem. Sim, ela também tem isso tudo.

Falo assim em especial por causa de uma garota que conheci em 2013: uma menina muito bonita e legal que tive uma amizade por quase quatro anos. Uma pessoa que eu gostava de conversar e que curtia sua presença... Infelizmente no ano passado essa amizade meio que esfriou.

No início pensava que era por causa de seu TCC e logo sempre recusava meus convites para sair... Só que depois que vi que foi a eventos como Festival da Coreia, Bon Odori e por último a Feira Japonesa, isso me deixou bastante decepcionado. Decepcionado porque passei o ano todo convidando para esses eventos e nunca recebi retorno que iria ou não... e quando foi, nem ao menos entrou em contato, mesmo sabendo com toda certeza que eu estava lá.

Sei lá, acho que as mulheres deveriam ser mais honestas e diretas quando não tem vontade alguma de se encontrar com a gente. Dói, mas pelo menos você tem consciência que uma amizade mais íntima (ou quem sabe algo mais) NUNCA vai acontecer. Já ouvir certa vez que tem que  ter "semancol" e perceber isso logo de cara, mas não é verdade. Pra mim se a pessoa diz que está ocupada é porque está mesma, não tem que ficar usando isso como desculpa. Se usa está sendo errada.

Vi se afastando aos poucos e praticamente ignorando minhas mensagens na redes sociais, chegando a visualizar e não responder as minhas indignações.

Sendo assim, como amizade foi para o saco mesmo, posso afirmar agora que estava interessado nela, na verdade até mesmo na época que conheci. Entretanto como estava meio atordoado com um romance relâmpago que tive no final do ano anterior e início daquele (na verdade ainda estava querendo voltar), nunca tive a coragem de me declarar ou coisa parecida, por está sentimentalmente preso ainda a outra pessoa. Só que no ano passado, quando finalmente decidi que iria tentar conquista-la, não tive oportunidade e no final apareceu "um rival" que fez todo meu plano ir por água abaixo. E como já estava mudando seu humor para comigo, resolvi me afastar...

E fiz isso não foi por causa de seu possível relacionamento: eu não importo se ela tivesse namorando ou não, é claro que ficaria triste, mas aceitaria essa condição numa boa. Eu afastei porque nem como amiga estava funcionando, pois me esforçava muito sem ser valorizado. E não adianta manter uma amizade quando único amigo é você, pois como já vi esse filme antes, não estava disposto em ver novamente o seu final. Foi muito difícil, pois era uma pessoa que gostava muito, uma amiga que queria ter para uma vida inteira, mas para minha tristeza não foi o que ocorreu... E por mais que gostava dela, tinha que me colocar em primeira lugar. Cansei de me importar com alguém esperando uma reciprocidade que nunca vem.

Bem... Aí alguém que ler esta postagem pode achar que foi o meu interesse nela que fez me evitar... mas não, ela nunca soube, pelo menos não oficialmente. Pra dizer a verdade a única pessoa mesmo que sabe até agora (isto é, se pelo menos leu) foi uma amiga dela que mandei um texto falando a respeito por mensagem no Facebook. Essa amiga nunca me respondeu de volta e nem sei se chegou a falar desse assunto com ela. Enfim, de qualquer maneira se por acaso ela ler este texto (que mesmo não revelada, vai saber), digo que gostava e ainda gosto de sua pessoa. Eu não me afastei porque eu quis e sim porque foi necessário... Entretanto se algum dia quiser uma reaproximação estarei disposto, pois a porta sempre estará aberta.

Desejo tudo de bom e que seja feliz na sua vida, com ou sem a minha presença fazendo parte... São os meus votos!!

Outros Trecos...