A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

terça-feira, 12 de maio de 2009

Um novo André


Hoje de manhã, decidi que seria um novo garoto, um novo homem, um novo André. Isso mesmo, André, não Big Lui... pois acho que fiquei tempo demais com esta acunha.

Aconteceram muitas coisas tristes comigo nessas últimas semanas, onde fiquei fisicamente e mentalmente muito doente... tive momentos de ficar muito desanimado e não querer fazer mais nada na vida. Talvez por está já com 28 anos e não senti com esta idade.

Ai! Ai! Será que terei juízo um dia?

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Laetitia Casta



Faz 10 anos da melhor transposição de uma personagem dos quadrinhos para mundo real. Foi no filme "Asterix e Obelix contra Cézar", onde a personagem em questão recebia acunha de Falbalá. Assim que eu vi não resistir tamanha beleza, pois da mesma forma que loirinha gaulesa é imensamente perfeita, encontraram uma igualzinha em carne e osso. Seu nome é Laetitia Casta.

Laetitia Marie Laure Casta é uma francesinha que todos nós queriamos. De sorriso encantador, belas curvas e é claro, seus seios fartos, faz com que tenhamos um misto de sentimentos puros e depravados ao mesmo tempo. Começou a sua carreira de modelo quando foi descoberta aos quinze anos nas férias com a família em Córsega. Fez diversos trabalhos para ELLE, Vogue, L'Oréal, Dior, Chanel e Victoria's Secret entre outras marcas.

Eu só de olhar para ela que tenho uma vontade grande visitar a França, he, he, he... a quem diga que o meu nome "Pierre" veio de alguém de lá... ou seja, uma boa desculpa para conhecer as minhas origens, não é mesmo? Para mostrar que isso não é exagero e que realmente o seu encanto fascina mesmo, é só assistir este vídeo de 2000, época em que estaja colhendo os frutos da fama que ganhou do filme que mencionei nesta postagem.


Agora com 31 anos, Laetitia tem 2 filhos... mas mesmo assim continua divina. Certa vez ela declarou que seus seios são feitos na Normandia (lugar onde passou a infância) com manteiga e creme de leite.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Diálogos Universitários





Ontem de noite teve mais uma edição dos Dialogos Universitários, e desta vez, a palestra foi com Lars Grael.

Nunca tinha me aprofundado na vida dele como agora. Cara muito gente boa, viveu e sofreu como qualquer um. Pensei até que seria monótona, mas ainda bem que me enganei. Acredito que tenha sido bem melhor do que a palestra do ano anterior, que foi com Caco Barcellos. Deu até ânimo para continuar, seguir em frente e nunca desistir.

Só o que ainda me incomoda é quem patrocina o evento: Souza Cruz. Ela é uma empresa que produz uma tonelada de cigarros para viciar os jovens, adultos, idosos e porque não, crianças. É muito irônico... principalmente os brindes que ela dá no final da palestra: Um caderninho feito com papel reciclável para dizer que "cuida" do meio ambiente.

Agora, sabe por que ela perde tempo patrocinando um evento desses??? Essa marmelada é uma tentativa da Souza Cruz de melhorar sua imagem perante a sociedade!!! Fica querendo mostrar que cuida do social... mas se ela realmente quisesse cuidar mesmo, pararia de vender cigarros e procurava outro tipo de negócio mais digno. Aí, alguém pode perguntar: "Então afinal o que você estava fazendo lá?"

Ah! Isso respondo na hora: Tava lá somente pela comida, he, he, he... não vou mentir. Só fiquei com raiva porque este ano não comi cachorro-quente das donas lá, que droga! E por falar nisso, esta edição tava parecendo mais uma convenção dos Boca Livres, porque só tinha morto de fome. Um amigo meu por exemplo levou até um espécie de caxinha de plástico em que guarda comida... foi a sensação do evento, eu devia ter tirado uma foto. Achei o evento interessante....

Mesmo sendo apenas um golpe publicitário para tentar melhorar a imagem.

domingo, 3 de maio de 2009

Aladdin - 16 anos depois...



Finalmente hoje eu vi o longa animado que a Disney fez em 1993: Aladdin. Pois é, eu tinha só 12 anos quando esse desenho estava sendo exibido nos cinemas... e como tava com tanta vontade de ver naquela época... ainda não sei porque não fui!? Sei lá... acho que minha timidez era bem pior do que era agora... e pela idade difícilmente eu iria sozinho, não sei... e como pai odeia sair para qualquer lugar, seja lá qual for... então já viu, né?

Bem... o desenho trata a história de um mendigo lascado que a pedido de um estranho feiticeiro, vai atrás de um lâmpada dourada.

Agora, o engraçado é que vendo nos dias de hoje achei tão fraco o visual da animação. Tudo bem que levando em considerando o tempo, mas tem animações ainda mais antigas que até para os padrões de hoje continua ótima. Akira é o exemplo disso... agora vejo porque o Rei Leão, animação plágio que a Disney lançou um ano depois, fez tanto sucesso... comparado com Aladdin, tinha que ser assim.

De qualquer forma é um desenho que faz lembrar de um tempo muito bom da minha história, tempo de quando se perde a inocência de criança e começa o pesadelo da vida adulta... fazer o quê, não é?

sábado, 2 de maio de 2009

Bad Bostas



Hoje, depois de 1 ano e alguns meses, Os Bad Bostas voltam a se reunir. Amigos de longa data da época do Centro Interescolar Santos Dumont, um tempo em que só queríamos saber de jogar videogame e tirar onda...

Com todas as nossas diferenças, virtudes e defeitos... amigos de verdade superam tudo isso e nunca abandonam seus companheiros nos momentos mais difíceis. Talvez as pessoas que me conhece atualmente deve pensar que nunca tive muitos amigos... elas estão certas. Mas os poucos amigos que tenho, vale muito mais!!!

O tempo passou, mas amizade calorosa e verdadeira continua lá.

Outros Trecos...