A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Esquecer


Sabe, este ano foi muito complicado, não só na minha vida como de todos, especialmente aqui no Brasil. Parece que 2014 veio de um jeito para nunca mais esquecido. Eu não tenho como esquecer.

Amizades destruídas, expectativas frustadas, desânimo total... Em 2014 fui atropelado.
Tanta coisa triste aconteceu comigo nesse ano: roubo do carro da família, extorsão no caixa eletrônico e uma grande amizade que parecia duradora, se desfarelou como areia ao vento. Tinha tantos planos para esse ano como por exemplo os 20 anos que moro na minha casa atual, os 20 anos do anime Cavaleiros do Zodíaco no Brasil e principalmente os 20 anos da série The King of Fighters... Tinha em mente muitas homenagens e principalmente queria terminar o curso superior que comecei em 2007, mas que anos e mais anos de depressão não tive êxito. Era uma ano da Mudança com M maiúsculo. Pois é, não deu...

Pela primeira vez eu me sinto velho e cansado, é como se todos os anos de vida começasse pesar nas minhas costas. Mas não posso parar, não posso desistir de tudo que já sonhei.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Vovó... 5 Anos


Minha avó no hospital 5 anos atrás, vítima de pneumonia.

Sabe, hoje em dia é meio clichê dizer que o tempo tá passando rápido... Mas tenho que confessar que desde que minha avó partiu, parece que tá passando mesmo.

Lembro bem do seu velório, eu até então com 29 anos, tinha sentido que minha vida naquela hora precisava tomar um rumo ou então cairia de vez no ostracismo e na negatividade. 5 anos depois... Dito e feito: não tomei o rumo como planejei e hoje estou numa decadência terrível, os problemas que existia naquela época eram pinto perto dos que estou passando no momento.

Pra dizer a verdade, os meus problemas naquela época era só preguiça. Não tinha o que reclamar... mas agora eu tenho e... muito!! Triste isso...

Minha avó era uma boa pessoa, meio grossa, mas era seu jeito de demonstrar amor. Ajudou muita gente, muita gente mesmo, não só da família. Pena que no fim da vida muita gente quis trata-la mal ou ainda passar a perna, e o mais triste gente da própria família. Aí nessas horas eu fico pensando: É isso? As pessoas que se importam com as outras são esquecidas? Que bom mesmo são aquelas que só pensam em si e que tá pouco se lixando pelos outros? Não vou mentir, tem vezes que eu fico tentado a agir assim, mas aí eu lembro que só seria mais um. Temos que seguir os exemplos bons, e a minha avó é um deles. Pode a vida só tacar pedra, mas em troca eu mando flores, e é isso que vou fazer.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

No final é tudo Sexismo


Já imaginou alguma vez se aquilo que você defende e aquilo que você combate são na verdade a mesma coisa? Pois é isso que acontece com machistas e feministas se digladiando pela a web afora. Esqueça as ideologias, o que cada um pensa sobre as ideias do outro. Se você for sincero consigo mesmo e tentar um olhar imparcial, verá que as brigas são nada mais que uma "guerra dos sexos", de qual sexo manda no outro... Que nem aquela novela da Globo, que aliás teve um remake faz pouco tempo.

Aí alguém pode mencionar "É, mas existem homens feministas e mulheres machistas". Sim, existem, mas quanto a esses eu digo que são tipo mercenários, he, he, he... Brincando! Agora falando sério: sim, existem, porém é como eu disse, para esquecer as ideologias e verá que é como falei. E a longo da postagem irei explicar.

Machismo e Feminismo são 2 lados da mesma moeda chamada Sexismo.

No decorrer do ano eu coloquei a minha opinião sobre o feminismo, machismo, femismo e por último masculinismo. Bem, agora digo que tudo isso é a mesma coisa: sexismo. O sexismo seria como uma Hydra (monstro mitológico grego) e cada ismo que mencionei fosse suas cabeças.

Só que nesse caso é como se cada cabeça odiasse as outras.

Não tem nada de patriarcado, matriarcado... ou algo parecido. O que temos mesmo é uma sociedade em que impõe para o homem e para mulher como cada um deve ser, uma sociedade sexista. Uma sociedade que você deve ser de maneira X e o outro de maneira Y, e quem não for de tal maneira, está indo contra a sua natureza. E nesse modo de pensar existem tanto homens e mulheres que se favorecem e também homens e mulheres que se prejudicam. Talvez por isso que se associam muito o machismo com o sexismo, porque a base do machismo é a divisão de papéis, que aliás foi de muita importância para nossa sobrevivência no passado. A questão é que o mundo se modernizou e certas tradições estão um pouco datadas. A luta pela igualdade (que aliás existia muito antes do feminismo, vale salientar) começou a surgir no decorrer das décadas. Um exemplo é a Revolução Francesa, que tinha como lema "liberdade, igualdade e fraternidade", ideias inspiradas no Iluminismo.

Acontecem que igualdade 100% é utópica, visto que a natureza já propôs papéis fundamentais pra cada sexo, entretanto em essência todos nós temos características dos dois sexos, assim como aquele mito grego da hermafrodita. O feminismo que se diz lutar pela igualdade, na verdade quer inverter os papéis, como já falei anteriormente em outra postagem. Olha, eu já fui acusado de machista, feminista... Mas não sou nenhum dos dois, muito menos seus derivados masculinista e femista. Acredito numa igualdade verdadeira, sem nome específico, que ver todos como unidade, como se é de fato.

E pensar que tudo começou com este vídeo...


E com esta postagem eu encerro este tema de vez, eu acho... Talvez caso no futuro seja necessário tocar no assunto, eu farei, entretanto até segunda ordem, essa será a última postagem que faço sobre sexismo, o verdadeiro mal da nossa sociedade que tantos homens e mulheres deveriam combater, ao invés de ficar perdendo tempo com um dos seus filhos siameses. Para, que já tá chato isso!

domingo, 21 de dezembro de 2014

E o vlog? [PILOTO]



Depois anos procrastinando, minha primeira tentativa de fazer um vlog (ou não). De forma bem rústica, não sei se esse será o formato final, mas... tá aí!!


Olhando bem, cara! Nunca tinha reparado como sou tão feio. 

Ha, ha, ha... Agora cumpro uma promessa de uma sugestão feita pela amiga Polly Queiroz. Vamos ver se vai pra frente ou se vai ficar só nesse... Só o tempo dirá!

E falando em vídeo, tenho que colocar o da Feira Japonesa deste ano, que o evento já aconteceu a bastante tempo e ainda nem comentei, estou atrasado. Vou ver se coloco ainda esta semana.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Lola Melnick


Ano acabando e parece que não tem nada de interessante nas bancas... Até que fico sabendo que a capa da Playboy deste mês é a Lola Melnick.

Tive conhecimento dessa russa já alguns anos, num canal de YouTube em que a dona só vivia a falar mal da Ellen Rocche. Lá a doida que ridicularizava a Deusa Suprema (inveja com certeza), também endeusava essa outra loira (talvez era lésbica, vai saber...) com um monte de vídeos pegos da tevê, uns até direto. Tinha um que ela participava do Programa do Jô. Lá via que, apesar de estrangeira, falava até muito bem com um sotaque quase imperceptível. Bem interessante...

Lola, que na verdade se chama Olga, é uma garota muito bonita e muito deliciosa. Essa dançarina nascida na Ucrânia da então ex-União Soviética, antes de chegar ao Brasil passou em vários países como França, Argentina e Chile. Filha de um diplomata, saiu da terra natal com 14 anos e foi morar em Paris. Aprendeu a falar francês, inglês, espanhol e português.

Bem, já faz um bom tempo que não compro esse tipo de revista. Não sei se é a idade, porque esse tipo de publicação tá com os dias contatos ou porque temos a Internet com suas imensas possibilidades. Mas com a edição dela fiquei tentado a comprar, já que ela é muito boa...

É, fiquei tentado... mas já passou.

sábado, 6 de dezembro de 2014

Bela e a Fera finalmente assistido


Depois de 23 anos finalmente assisti, e ainda nos cinemas. Tirando um pedaço aqui e ali, nunca tinha parado pra ver... Até que estava passando nas redes Cinemark e eu resolvi aproveitar a oportunidade, gostei. Antes tarde do que mais tarde. Estava predestinado assistir pela primeira vez apenas na tela grande, ha, ha, ha...


O mais legal é que foi em 3D, achei muito melhor do que o do Rei Leão. Talvez se tivesse com meu óculos poderia usufruir melhor, penso que já passou da hora de fazer um óculos novos. Enfim, mas de qualquer jeito deu curtir um bocado. Eu recomendo, uma animação que não envelheceu com o tempo.



OBS: Nunca tinha visto a imagem alguma da Fera na forma humana antes de hoje. Queria ter a surpresa na hora. Lembro que por pouco eu via sem querer quando passou na Globo, foi por pouco mesmo...

Outros Trecos...