A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

No final é tudo Sexismo


Já imaginou alguma vez se aquilo que você defende e aquilo que você combate são na verdade a mesma coisa? Pois é isso que acontece com machistas e feministas se digladiando pela a web afora. Esqueça as ideologias, o que cada um pensa sobre as ideias do outro. Se você for sincero consigo mesmo e tentar um olhar imparcial, verá que as brigas são nada mais que uma "guerra dos sexos", de qual sexo manda no outro... Que nem aquela novela da Globo, que aliás teve um remake faz pouco tempo.

Aí alguém pode mencionar "É, mas existem homens feministas e mulheres machistas". Sim, existem, mas quanto a esses eu digo que são tipo mercenários, he, he, he... Brincando! Agora falando sério: sim, existem, porém é como eu disse, para esquecer as ideologias e verá que é como falei. E a longo da postagem irei explicar.

Machismo e Feminismo são 2 lados da mesma moeda chamada Sexismo.

No decorrer do ano eu coloquei a minha opinião sobre o feminismo, machismo, femismo e por último masculinismo. Bem, agora digo que tudo isso é a mesma coisa: sexismo. O sexismo seria como uma Hydra (monstro mitológico grego) e cada ismo que mencionei fosse suas cabeças.

Só que nesse caso é como se cada cabeça odiasse as outras.

Não tem nada de patriarcado, matriarcado... ou algo parecido. O que temos mesmo é uma sociedade em que impõe para o homem e para mulher como cada um deve ser, uma sociedade sexista. Uma sociedade que você deve ser de maneira X e o outro de maneira Y, e quem não for de tal maneira, está indo contra a sua natureza. E nesse modo de pensar existem tanto homens e mulheres que se favorecem e também homens e mulheres que se prejudicam. Talvez por isso que se associam muito o machismo com o sexismo, porque a base do machismo é a divisão de papéis, que aliás foi de muita importância para nossa sobrevivência no passado. A questão é que o mundo se modernizou e certas tradições estão um pouco datadas. A luta pela igualdade (que aliás existia muito antes do feminismo, vale salientar) começou a surgir no decorrer das décadas. Um exemplo é a Revolução Francesa, que tinha como lema "liberdade, igualdade e fraternidade", ideias inspiradas no Iluminismo.

Acontecem que igualdade 100% é utópica, visto que a natureza já propôs papéis fundamentais pra cada sexo, entretanto em essência todos nós temos características dos dois sexos, assim como aquele mito grego da hermafrodita. O feminismo que se diz lutar pela igualdade, na verdade quer inverter os papéis, como já falei anteriormente em outra postagem. Olha, eu já fui acusado de machista, feminista... Mas não sou nenhum dos dois, muito menos seus derivados masculinista e femista. Acredito numa igualdade verdadeira, sem nome específico, que ver todos como unidade, como se é de fato.

E pensar que tudo começou com este vídeo...


E com esta postagem eu encerro este tema de vez, eu acho... Talvez caso no futuro seja necessário tocar no assunto, eu farei, entretanto até segunda ordem, essa será a última postagem que faço sobre sexismo, o verdadeiro mal da nossa sociedade que tantos homens e mulheres deveriam combater, ao invés de ficar perdendo tempo com um dos seus filhos siameses. Para, que já tá chato isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...