A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

sábado, 11 de junho de 2011

Hiji



Bem... falar deste individuo é apenas uma forma de agradecer sua companhia, apesar do safado nunca lembrar do meu aniversário desde conhecemos. Mas mesmo assim ele é dos amigos mais leais que fiz durante o período que estudei na UFPE. E por isso não vou esquecer o dele.

Quem ver Hiji pela 1ª vez, pensa que ele é japonês e com essa alcunha até ajuda. Porém numa história que ele já me contou foi que sua mãe recebeu esse nome de uma entidade ou sei que era num sonho. Sorte dele, pois o nome que sua mãe queria colocar parecia ser mais esquito do que esse sugerido pela tal entidade. De jeito calmo e até passivo, Hiji é do tipo de pessoa que a gente não ver alterado em momento algum, é praticamente quase um monge, he, he...

Ele entrou no curso de Artes Plásticas na mesma turma que faço parte, mas antes disso, cursou Biomedicina (tudo haver com Artes, não é?) por um ano e meio se não engano. Depois desse tempo, viu que aquilo não era a sua praia, abandonou tudo e fez o vestibular novamente, para o desagrado de seus familiares. Agora já se formou no início desde ano e eu infelizmente não. Quanto a isso, Hiji até me alertou da bobagem que iria fazer ao atrasar o curso... agora vejo que foi uma bobagem mesmo. Todavia não lamento tanto, pois do jeito que estava e principalmente como estou hoje, é bem capaz que eu estivesse frustrado da mesma forma ou até pior. Fico feliz que ele conseguiu conquistar essa etapa, mesmo que no caminho chegou até ficar desaminado (acho difícil alguem quem faz Artes na UFPE não ficar assim...), mas levantou a cabeça e deu a volta por cima.

Agora muitos momentos dele e da minha turma para sempre estarão registrados, pois fiz um bocado de vídeos para recordar com alegria e me animar toda vez em que estiver nos meus momentos de tristezas e solidão. Vídeos como este aqui, que sempre darão um ânimo para a nossa vida:


Fico aqui pensando, como será que estará a minha turma daqui a uns anos? Será que todos nós ainda teremos contatos? Pois é... talvez por essas e outras perguntas que eu fiz muito vídeos.

A gente nunca sabe quando vai precisar de alguém nessa vida, mas se por acaso isso acontecer comigo, com certeza esse alguém seria Hiji, pois é o amigo que nunca virou as costas no momento que mais precisei. Ele é um dos poucos que posso dizer isso com certeza!!! Abraços de seu fiel amigo que sempre admirou você, mesmo com essa mania besta de "esquecer" a minha data de nascimento, seu mala! He, he, he...

Que tudo de bom aconteça com ele e que seja feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...