A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Latino e o mimimi dos K-poppers


Latino e a "fúria" dos K-poppers.

Ontem fiquei muito abusado com certas besteiras que encontro na web... e uma delas é os ataques exagerados que um monte de gente está fazendo ao cantor Latino. Isso porque ele fez uma versão de uma música de um cantor coreano chamado PSY, que é a sensação do momento.

Não conhece cara? Muito menos a música? Então clique aqui.

Com este clipe na Internet, Gangnam Style está fazendo tanto sucesso ao redor do mundo que muitos artistas aparece dançando a música ou tira foto ao lado do cantor. Bem, acontece que um sucesso desses não passaria despercebido para Roberto de Souza Rocha, cantor que adora fazer versões brasucas de músicas exóticas ou alternativas.

Claro que estou falando de Latino. Assim que anunciou que iria fazer sua versão, muitos entraram em desespero, em especial os K-poppers (nome dado para quem é fã do estilo de música coreana). Muitos falaram que ele ia estragar a música, que isso não poderia ser feito e os demais mimimi. Apesar de detestar esse papo de grupinhos ou tribo, resolvi ficar neutro e ver o que iria acontecer mais na frente.

Bem, a versão foi feita e ela é uma porcaria, mas nada de tão anormal que não tenha sido prevista. Essa seria mais uma versão tosca como muitas músicas do mundo tem ao longo dos tempos. Seria.. se não fosse o ódio em massa que se propagou na Internet nos últimos dias. O lance é o seguinte: Estão acusando Latino de plágio, de mudar a ideia da música para uma mais depreciativa e blá, blá, blá... Só que o mesmo disse que conseguiu os direitos apenas da melodia e não tem obrigação de seguir com o tema que a versão dizia. Quem conhece Latino sabe que faz músicas com letras desse tipo e sua "Despedida de Soteiro" (sua versão para a música do PSY) não seria diferente.

Na boa, se você não gosta de uma música, simplesmente não ouça!! Uma atitude tão simples que muitos preferem evitar. Talvez pelo fato de que malhar, falar mal é sempre mais legal... e nesse tempo de Internet, isso ficou mais evidente. Ainda mais com sites trolladores e vlogs que o único objetivo que tem é xingar todo mundo e passar por fodão. Ou seja, a galera caiu bonitinho, pois aproveitando desse ódio coletivo, ganharam fama malhando o Judas (nesse caso Latino) e ainda saíram como "heróis".

Se existe um culpado, o culpado seria o PSY que pouco se importou e deixou autorizar uma versão sem se preocupar de quem e como está fazendo. Desde sempre se faz versão e que a letra NÃO TEM NADA A VER com a canção original, isso não é invenção de Latino. Muitas músicas que foram sucesso na Jovem Guarda por exemplo: eram versões de músicas estrangeiras e nem por isso o povo ficou nesse mimimi. Vejo apenas uma oportunidade de xingar o Latino ou coisa parecida.

Só que isso NÃO adianta nada!!

E antes que alguém pense, eu não tenho nada contra o PSY e seu grande sucesso Gangnam Style. Acho a música até legal e o clipe bem divertido... Entretanto ela não essa maravilha toda, as pessoas falam dela como se tivesse encontrado a 10ª Sinfonia de Beethoven. E para deixar bem claro, venho mostrar que pra mim é a melhor versão, quando num show a linda e talentosa Nelly Furtado canta e faz a famosa dança:

Enfim, é isso... Não seja marionete de site trollador. 
Se não gosta? Não divulgue! Simples assim.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

FITO


Meu ingresso do FITO que guardo com muito carinho

Neste fim de semana teve o 2ª Festival Internacional de Teatro de Objetos. Eu que fui comprar uns estojos de CDs, acabei aproveitando a ocasião e indo para este evento também. Apesar de ter visto a propaganda na tevê, eu nem me lembrava dele na hora que estava passando no Marco Zero. Vendo um amontoado de gente, resolvi saber do que se tratava. Ainda bem que fiz isso, hi, hi, hi...

Muito interessante, principalmente pela quantidade de gente interessada por arte... tá, ele sendo de graça também ajuda, mas mesmo assim fico muito feliz com isso, das pessoas querer consumir um pouco de cultura. Este ingresso foi que peguei para assistir uma peça de uns estrangeiros muito engraçados. Foi o espetáculo "Pertubações" do grupo Gare Central da Bélgica.

Também teve apresentações ao ar livre, eu que estava com a minha câmera, aproveitei para registrar um pouco:


Como o próprio nome diz, é um festival onde as pessoas interagem com objetos, desde copos até escavadeiras como nesse vídeo que mostrei. Se tiver ano que vem, com certeza eu vou.

sábado, 15 de setembro de 2012

Ratha Yatra


Semana passada estive no Ratha Yatra. Este festival de origem indiana, consiste em que devotos como numa procissão vão pelas ruas cantando os santos nomes de Deus levando essas estátuas, conhecidas como deidades. Já acontece em Salvador e agora teve pela 1ª vez em Recife.


Eu acabei chegando muito tarde e assim perdendo boa parte do desfile. Felizmente consegui ver pelo menos o final para fazer este humilde e curto vídeo:

Foi muito bom. Espero que este evento se torne anual.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Os Mercenários 2


O "King of Fighters" dos filmes de ação

Pois é... aquele filme massa de roteiro fraco com um monte de estrelas dos anos 80 teve sua continuação... e quer saber? ADOREI!!! Principalmente porque desta vez, pegaram mais gente, como Van Damme, Schwarzenegger (que fez uma ponta no primeiro) e o mito Chuck Norris.

Como era de esperar, a história não é parte mais importante e sim o encontro desses monstro da porradaria, que encantou mentes de guris agora já marmanjos. Barney Ross e seus homens estão num novo trabalho, mas acabam perdendo um companheiro pelo temido Jean Vilain, que também rouba um dispositivo com as coordenadas de onde se encontra quantidade enorme de plutônio enriquecido, abandonados pela ex-URSS que pode criar armas nucleares. A mando de uma nova missão dada por Church, o grupo pretende impedir o desastre e se vingar.

Vi no cinema legendado porque desta vez a dublagem foi feita no Rio. Não, não tenho nada contra a dublagem carioca... e sim a falta de gentileza que o pessoal de lá tem com a galera de São Paulo.

Explico: No 1º filme, dublado no extinto estúdio Álamo, muitos dubladores do Rio que suas vozes ficaram consagradas e certos atores foram convidados a dublar por lá. Quando desta vez, a dublagem mudou de lugar, NENHUM dublador de São Paulo foi chamado... achei isto um tremendo absurdo. Vê legendado foi o meu protesto, principalmente as panelinhas que existe no mundo da dublagem. Bem... tirando este pequeno detalhe, o filme é muito bom para quem quer ver explosões, porradas, diálogos bestas (principalmente em alusão a outros filmes das estrelas) entre outras coisas de macho. Mas é bom ficar ciente que este é um filme pipoca, ou seja, ele feito para entreter e nada irá acrescentar a vida de ninguém...

Exceto dos produtores e atores, que ficaram cheios da grana, ha, ha, ha...

Outros Trecos...