A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

sexta-feira, 30 de abril de 2010

4 Meses sem Vovó



Hoje faz 4 meses que a minha avó se foi. É muito triste isso, pois minha avó não partiu feliz: No seus últimos anos de vida, foi muito maltratada e teve gente que até desejou que ela partisse logo. É uma pena, pois ela ajudou muita gente nessa vida e nunca virava as costas para ninguém.

Eu mesmo me arrependo tanto por não ter prestado atenção nela no seus últimos dias... não estou dizendo que fui um neto irresponsável, nada disso! E sim porque eu perdi tempo com quem não tá nem aí para mim. Engraçado, perdi 2 pessoas que realmente se importava comigo e eu pensando em quem só me maltrata e me faz sofrer.

O ser humano é assim mesmo: Preocupa com quem o maltrata e maltrata com quem se preocupa com ele.

Isso aconteceu com minha avó, ela preocupava muito com as pessoas que era assim... e acho que esse mal devo ter adquirido dela. Só que no caso de vovó, ela não maltratava as pessoas que se preocupava com a própria. Não sei se fui bom neto ou talvez fui apenas medíocre... isso acho que só irar mostrar para mim.

É uma pena que não deu para tirar fotos com a minha câmera nova, nem fazer bons vídeos como eu imaginava fazer no fim de ano. Ela se foi e me mostrou como a vida é traicioeira: No momento que menos se espera...

Leva seus entes queridos sem dá tempo de um último adeus.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Hum... é a vida


Certos traumas da infância, pioraram na minha adolescência ainda me atormentam na juventude. Vejo que os anos passam e eles não se vão.

É triste ver que a minha vida poderia ter tomado um caminho diferente se não tivesse sempre escolhido a forma mais fácil, a que pode doer menos. O exemplo são os estudos: Eu já fui aluno que estudava e gostava disso, porém com o tempo, fiquei me relaxando e depois não quis mais saber. Agora percebo que tremenda besteira isso foi, pois querendo ou não, os estudos pode ajudar em muitas dúvidas na vida... e muitas que eu já superei, poderia ter sido evitadas se tivesse estudado.

Talvez hoje eu teria mais força ao expressar a minha opinião e não ficaria inseguro quanto a opiniões contrárias as minhas. Acho que ainda posso resolver esse tipo de problema.

Só preciso cultivar a serenidade...

quarta-feira, 21 de abril de 2010

50 anos de Brasília



Hoje a nossa capital completa 50 anos... muita festa e alegria está acontecendo por lá, mas será que existe motivo para comemorar? Fico pensando se todo suor e sacrifício valeram a pena dos meus conteraneos nordestinos para construi-la na época, visto que muitos foram explorados e ainda hoje, são tido como sub-raça.

Os moradores de lá com certeza não deve gostar da associação de lugar de ladrão, que as pessoas de outras regiões do nosso país a colocam. Só que como é o centro do governo, não é difícil esse tipo de associação. Mas devem-se lembrar que os políticos ditos ladrões estão lá, alguns são de outros estados. Eu mesmo tenho vergonha de saber que muitos desses canalhas são do meu estado e de outros vizinhos. Isso não quer dizer que não tenha safados do Sudeste, Sul, Norte ou do próprio Centro-Oeste... mas isso deixo as pessoas de lá comentarem mais a respeito.

Só que não estou dizendo que Brasília seja uma cidade de todos os maus. Talvez ela foi a única cidade brasilera realmente planejada, visto que as outras foram tudo ocupadas de forma desenfreada. Quero um dia conhecer esta cidade e motivo não falta: Minha madrinha mora lá e faz tempo que não a vejo. Ainda vou visita-la.

O interessante é que o aniversário de Brasília é justo no dia de Tiradentes.

Será que foi intencional? Fica aqui a minha pergunta.

Aria Valentino



Este blog ultimamente tá muito deprimente... com o astral lá embaixo! E como ele é o reflexo do meu humor e eu quero ficar alegre, nada como falar de uma garota que isso já me deixa logo feliz. E esta daqui se chama Aria Valentino, que nem me lembrava mais... só achei por causa do histórico no meu canal do YouTube.

Fazia um tempão que tinha visto alguns de seus vídeos... muito ruim por sinal. Lembro de um em que está jogando Basquete com um cara e quando fazia cesta, nas suas comemorações ela ficava pulando que nem pipoca para que suas imensas bolas balançarem! (como se isso fosse realmente preciso...)

Aria é uma atriz pornô que de rosto não é lá essas coisas, mas com uma bela comissão de frente até compensa. Nos seus vídeos mais picantes é sempre lembrado que seus seios são naturais, porém eu tenho as minhas dúvidas. Já que hoje dia, o material que faz as próteses de silicone estão com a tecnologia cada vez mais inteligente, mas possa está enganado e seja de fato naturais, como é bem visível naquele vídeo de basquete que mencionei.

Enfim, de qualquer forma ela é o único tipo de magra que eu até pegaria, he, he... já que não gosto muito de mulheres com ausência de carne, sabe? Mulheres gostosas para mim são aquelas que tem onde pegar. Todavia se aparecesse uma com o biotipo que nem de Aria Valentino... he, he, he... sonhar AINDA é de graça!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Que dia maluco!?


Estou perdido!! Este dia está muito estranho e não estou fazendo nada que tinha planejado. Perdi 1 aula, 2 aulas, 3 aulas!? Caramba, que vagabundagem!! Tenho que cultivar a serenidade, para não me abater com qualquer coisa que depare na minha frente... não sei se estou triste ou não.

Fiz certas coisas que percebo que foi precipitado. Fui mais com a emoção do que a razão... é nessas que me desespero e coloco tudo a perder. Se eu não cultivar a serenidade... acho que vou acabar pirando!! Parar de preocupar com coisas muito futéis, pois perdi tempo demais com isso.

Eu prometi que 2010 será diferente e não posso cometer os mesmos desvios que sempre faço... cultivando a serenidade, tudo muda: Não me abalar com as tristezas e não exaltar com as alegrias.

Essa é minha meta para não me perder!!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Os Mesmos Erros



Hoje de manhã aconteceu de novo... Os mesmos erros, os mesmos vícios. Um vício que a 12 anos comecei a ter e desde então, não consigo largar.

Fico pensando quando de fato irei mudar... pois não gosto de ser assim. Talvez seja porque ainda veja o que fiz com um sentimento de culpa, que fica muito mais forte depois do ato. Será a hora de amadurecer? E ver que isso é normal? Como qualquer pessoa? Hum... talvez o motivo de eu ter tanto cabelos brancos seja por ainda ter essa mania de me preocupar com coisas tolas, coisas que não tem valor algum... a não ser na minha cabeça.

Ser perfeccionista é muito ruim... pois se não cumprir a meta que eu mesmo coloquei para mim, a frustração é muito grande!! Parece que todo o trabalho anterior foi todo em vão, é muito triste isso!!

Odeio ser perfeccionista!!

domingo, 11 de abril de 2010

Polly



Eu iria falar sobre ela no seu aniversário, mas como no mês de Março fiquei ausente, então resolvi falar um mês depois. Bem... o que falar de Polly? Acho que é uma pessoa muito legal não vai colar... então vou ser sincero para dizer o que eu gosto e detesto nela.

Pollyanna é uma menina muito aplicada, desenha muito bem... (até melhor que eu quando tinha a idade dela, mas isso nunca vou admitir na sua frente) muito alegre e também muito talentosa e criativa. Talvez seja a menina que é de fato minha amiga na sua turma. Gosto muito da sua companhia e confesso que se não tão novinha e magrinha demais, eu tentaria "dar uns pegas", he, he, he... talvez uma musculação resolva essa problema de ser muito magra, mas a idade... ainda tenho preconceito, enfim, não cola!!

Agora o que não gosto dela é que vai muito na conversa dos outros... não sei, talvez a jovem idade já na universidade e ainda não aprendeu as manhas acadêmicas. Fala demais e confesso que por ouvi suas fofoquinhas, tomei atitudes que hoje me arrependo de tê-las tomadas. Só que já era não pode voltar atrás, não é? E acho que até que ela já está aprendendo... deve ser porque não esteja mais andando com forças sombrias e tal... também não gosto de nunca poder contar com ela nos momentos que realmente necessito. Detesto pedi ajuda para evitar respostas do tipo: "Ah! Faz aí... eu aprendi sozinha!" que já ela dizer... ai! Que saco!

Entretanto, vendo seu lado negativo e positivo, percebo que gosto muito dela e espero que sejamos parceiros para vida toda. Veja um dos vídeos que fiz dela no ano passado, nas Excursões de Arte.


Engraçado ela tentando fazer uma jarrinha! Muito legal... adoro essa menina!!

Aventureiros do Bairro Proibido



Hoje finalmente vi este filme que comprei a 2 semanas. Eu estava sem tempo e meu irmão só ficava enchendo o saco para ver.

Este filme marcou muito minha infância, pois ele passou na tevê na mesma época que meu pai tinha comprado o vídeo cassete, numa época que era difícil que só ter um. O do meu pai por exemplo, foi adquirido na forma de consórcio, ou seja, ele pagava uma parcela junto com outras pessoas e a cada vez, sorteava um videocassete para ver dos pagadores quem levava o bicho correspondente daquele mês. ( nem sei se isso ainda existe...)

Acho que meu teve sorte... eu acho!! Não me lembro se ele foi o 2° ou 3°... enfim, só sei que a época coincidiu com a exibição deste filme na tevê. Lembro-me daquela época que com o videocassete, se gravava qualquer besteira e por causa disso, não tinha fita para esta película!! Tanto que a gravação, que nem sei se ainda presta das VHS mofadas que tem lá casa, foi em 2 fitas: 1° parte no resto de uma e a 2° parte no resto da outra... que onda!

O filme contava a história de caminhoneiro chamado Jack Burton, uma valentão que não gostava de levar desaforo para casa. Só que, ao entrar em Chinatown, ele quase se f...!? Ele se envolve com seres não naturais: Espirítos, demônios e por aí vai!! Tantas encrencas que só com ajuda de mestre chinês (sempre um mestre chinês...) e assim combater o mal e blá, blá, blá... ainda teve ajudar um amigo chinezinho com cara de Xororó a recuperar a noiva sequestrada, que tinha olhos verdes e de chinesa mesmo não tinha nada... aparentemente.

Bem... alguém que não viveu os anos 80 e ler o que falo a respeito desse filme pode achar que não passa de porcaria de filme. Bem... a única coisa que posso fazer é concordar em dizer que está com razão: O filme é uma porcaria. Só que não é uma porcaria qualquer... e sim:

"A PORCARIA"!!!

Acontecesse que este filme me diverti bastante vendo várias vezes que não posso deixar de gostar dele. Sinceramente ele tem elementos mitológicos que foram praticamente a base de Mortal Kombat: Aposto que Ed Boom e John Tobias se inspiraram na película para fazer o game. Tanto que acho que foi por causa disso que comecei a jogar este jogo. Ainda farei uma tese provando o meu ponto de vista, he, he, he... e o bom que o DVD tem a mesma dublagem dos anos 80, tava com medo que não fosse... só não gostei por ter muita coisa em inglês e não poder ler os textos extras que tem por lá. Afinal, essa versão é do Brasil e devia ser traduzida.

Enfim... uma boa desculpa para começar a estudar inglês.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

EREL



Ops! Quase esqueci de comentar de um evento que teve na semana passada: Encontro Regional dos Estudantes de Letras, também conhecido como EREL. Este ano foi no Recife e os organizadores convidaram os alunos de Plásticas para fazer algumas artes nos murais do alojamento. Eu fui pego de surpresa e soube um dia antes... pensei bem e resolvi ir, mas só para registrar as artes dos meus amigos.

Foi muito bom, apesar das reclamações dos alunos dos outros estados reclamando do cheiro forte da tintas; dos murais que ainda estava sendo construídos quando a gente chegou; e também por terem roubado um spray em cima do nosso nariz. Isso sem falar da tinta que derramou no carro todinho, he, he, he...


Mas isso não tirou a motivação de trabalhar... e acho que apesar de ter programado fazer outra coisa naquele dia, foi até divertido!! Valeu a pena está lá para registrar.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Minhas Memórias


Estava refletindo nesses dias e fiquei imaginando o que me levou a situação atual que no momento estou passando. Talvez por teimosia, ignorância ou mal compreensão... sei lá! Só sei que não estou gostando do resultado. Justo eu, que planejava tão bem o meu futuro...

Por isso, resolvi fazer um auto-análise das minhas experiências de vidas aqui. Pra ver como ela segui-o este rumo e como fazer no momento presente, alterar este rumo. Vai ser difícil... mas chega uma hora na vida de uma pessoa que tem fazer isso para tentar se entender.

Quem sabe eu consiga sentir finalmente a serenidade?

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Avatar



Hoje de tarde, depois de uma aula de artes, resolvi assistir novamente esta película que estava agora passando no Cinema do Parque, um cine-teatro que passa filmes com preços populares depois que eles saem da circulação comercial.

Avatar é muito bom... não é porque a metade do mundo diz isso e sim porque de fato é!! Animação ótima, efeitos especiais espetaculares!! É uma pena que não deu para ver junto com uma pessoa especial. Enfim... também aposto que nem quisesse ver, pois foi dublado e essa pessoa em questão tem frescura com dublagens... cada um com suas besteiras!!

Na 1° vez eu vi foi em 3D e legendado... eca!? Parecia que as letras dava para pegar com a mão igual naquela poesia do "Matuto no Cinema" de Jessie Quirino, he, he, he... agora dublado e sem os efeitos do 3D. Essa foi a 3º vez que vi, já que a 1° foi num DVD pirata que o meu professor passou na aula dele... ops! É melhor não contar que professor é: Para não "queimar" o filme dele, he, he, he...

Agora roteiro é meio fraquinho, com história de humanos maus que tentam explorar outro planeta e por vai... mas se bem que é até original nesse sentido. Enfim, de qualquer forma James Cameron está de parabéns: conseguiu mais vez revolucionar as telonas com outro grande sucesso. Não vi e nem pretendo ver o seu filme de Titanic (seu 1º grande sucesso), mas Avatar por pouco fazia a mesma coisa... ainda bem que não fiz.

Ronda Geral


Estava a toa na vida no Hospital Português junto com um amigo, que esperava sua noiva que trabalha lá, quando vi uma reportagem deste programa. Nada demais, pois o jornal, apesar de ser "policialesco", até que é legalzinho e de vez quando eu vejo em casa. Sérgio Dionísio consegue ser simpático desde da época que ele era o "reserva" de Jota Ferreira, outro apresentador que foi afastado deste tipo de atração por motivo de saúde... Óbvio, gritava demais... poderia ter um treco na tevê. Enfim, mas não é dele que vou falar e sim do programa do Sérgio.

Sérgio Dionísio relatando o caso humorado e mórbido da peituda quase assassina.

Bem, como disse antes, não tinha nada demais em assistir esse programa como passatempo. Só que o motivo de eu está comentando no meu blog é que, como é de costume, ouvi uma notícia estranha que me fez esperar até passar. O meu amigo, que já tinha encontrado com sua noiva e já tinha resolvido os assuntos que tinha pendentes com ela, estava me chamando para ir embora. Mas não queria ir: queria ver essa reportagem tão exótica que quem me conhece, tem tudo a ver comigo, he, he, he...

O caso da Peituda Assassina 

Era sobre uma inglesa (eu acho que essa era nacionalidade dela) que quase matou sem querer o namorado asfixiado com... os próprios PEITOS!?!?! Isso porque ela tem uma "comissão de frente" bastante avantajada e não sabia que, no momento do "rala e rola", ele tava perdendo ar... Acho que a peituda pensou que ele estava gozando muito de tanto prazer, he, he, he... O cara foi hospitalizado, mas passa bem.

É bom seguir isso como exemplo, pois como adoro muito de garotas peitudas, tenho que ter cuidado para o que o meu objeto de adoração não seja também o meu carrasco! Quá! Quá! Quá!

domingo, 4 de abril de 2010

Máfia Dourada



Pois... não é que ele ganhou!? Se eu bem que até tava torcendo para ele por ser veterano e também porque detesto esse programa. Desde da edição 5, parei de ver esta porcaria... pois sempre quem ganha é quem não merece. Fazem de coitadinho e tal... perseguidos e... pronto: Taí o novo campeão!!

No caso do Dourado, na edição que ele participou anteriormente, eu nem gostava do cara... sei lá!! Não é nem porque as pessoas dizíam que era arrogante, pois nem vi muito bem, e sim porque olhava para ele e não ía com a cara. Tenho dessas...

Este ano... como os últimos, iria ignorar essa porcaria como sempre. Só que teve um momento que ví um pouco e fiquei indignado: Tava chamando o cara de Nazista por causa da Suástica que tem no braço!? Bando de ignorantes... aí comecei a torcer para o cara só para ser a 1° casa que nenhum novato ganhasse... e de fato aconteceu!! Tudo bem que esta edição foi a 1° que colocou participantes antigos de volta na disputa... mas mesmo assim, achei foi bom! Só que não sabia que existia uma rede toda a favor do cara... ou como eles mesmo intitulam:

Máfia Dourada.

Enfim... independente de ter ganhado com máfia ou não, é a 1° vez que concordo com o ganhador desse programa, he, he, he... foi um murro na cara nesse mundo cada vez mais gay.

Ah! Mas ainda continuo achar esse programa um lixo!

sábado, 3 de abril de 2010

Quase Monge...


Não consigo me reconhecer no espelho...

Hoje acordei (se é que conseguir dormir) muito triste. Pois uma coisa lamentável aconteceu e não tive como evitar... pelo menos não do jeito que eu queria. Então decidi fazer uma coisa que a 15 anos não fazia: Cortar o meu cabelo bem curto.

Foi muito estranho, pois eu tinha tanto carinho pelo meus cabelos e desfazer do nada foi muito difícil, tive que pensar várias vezes... e como as últimas tentativas de alisar ele não tinha funcionado direito, além de que tava todo maltratado e curto em alguns cantos, resolvi que chegou a hora de fazer esse tipo de corte.

Só que não era o momento, pois estava pensando em fazer esse corte somente daqui a 2 anos. Era um segredo meu que não revelei a ninguém... até agora!! Todavia, com os acontecimentos relativamente ruins que passei nessa madrugada, achei bem em adiantar o processo. Talvez para ver se me animava um pouco ou fazia esquecer de uma certa pessoa. Engraçado é que minha avó queria tanto que eu cortasse o meu cabelo e eu era contra... pois bem, ela se foi e não chegou a me ver já homem de cabelo curto. é triste isso...

Não sei se usarei assim a parti de agora ou deixarei o cabelo crescer mais uma vez... só sei que não irei mais programar mais nada na minha vida. Chega de viver realidades alternativas.

Gasta tempo e energia que se torna inútil...

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Adriano



Estava eu numa boa no centro da cidade, quando decidi ver uma exposição que estava acontecendo no shopping Paço Alfandega. Era uma exposição sobre turismo... mas não um turismo qualquer... e sim para pessoas especiais ou com deficiência.

Achei interessante, pois vi muitas coisas legais que uma pessoa especial pode fazer da mesma forma que uma pessoa com o corpo, digamos, com plena condições naturais todo corpo deveria ter... muito legal! Mas acho que devia ter sido melhor divulgada. Enfim, o que importa é que fui e gostei... principalmente por ter uma gatinha numa das estande que é do jeito que eu gosto, he, he, he... espero esbarrar com ela novamente.

Mas olhando uma estande e outra... percebo um rapaz com a cara bastante familiar. Como que não quer nada... fico parado lá na sua estande feito um poste. Demorou um pouco até que ele teve coragem e perguntou se me conhece. Era Adriano, amigo de longa data que fazia anos que não via. Amigo da época da minha fase "secura de videogame" que a tempos deixei para trás.

Adriano fazia parte de uma galera que eu também participava: Galera Games. Essa turma, também conhecida como GG, era viciada em jogos, desenhos, quadrinhos e animação; e não falava mais nada além disso. Com o tempo e também acho com o choque de egos, o grupo se desfez... apesar de sempre tive a esperança que o grupo voltasse. Foi muito bom rever-lo depois de todo este tempo. Também pudera, ele já veio aqui uma vez e nem apareceu para dá um "oi" aquele fuleiro... he, he, he...

Só que agora por coincidência ou ironia do destino, eu o encontro por acaso.

Fim do Lobo Indiano?



Depois de quase um ano com bigode... e cabelo solto, acho que meu estilo Mangal Pandey já deu o que falar. Ele combinou muito com o corte de cabelo que eu fiz depois da minha performance do ano passado, he, he... só que o meu corte foi muito mal feito. Deixei um lado maior que o outro, tá horrível!! Não sei quanto tempo terei coragem de permanecer com os cabelos assim.

Engraçado é que assim também pareço com Arjuna, o guerreiro que pertence a família dos Pandavas da saga Mahabharata. Citei isso porque no Templo Hare Krishna onde eu frequento, uma amiga devota deu este "apelido espiritual" para mim. Já tinha usado na outra vez que cortei, mas nunca ficava com o bigode por muito tempo.

Gostei muito desse visual guerreiro védico, mas acho que está na hora de radicalizar um pouquinho... quem sabe em breve surpreenda a todos com uma nova forma?

Outros Trecos...