A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Hum... é a vida


Certos traumas da infância, pioraram na minha adolescência ainda me atormentam na juventude. Vejo que os anos passam e eles não se vão.

É triste ver que a minha vida poderia ter tomado um caminho diferente se não tivesse sempre escolhido a forma mais fácil, a que pode doer menos. O exemplo são os estudos: Eu já fui aluno que estudava e gostava disso, porém com o tempo, fiquei me relaxando e depois não quis mais saber. Agora percebo que tremenda besteira isso foi, pois querendo ou não, os estudos pode ajudar em muitas dúvidas na vida... e muitas que eu já superei, poderia ter sido evitadas se tivesse estudado.

Talvez hoje eu teria mais força ao expressar a minha opinião e não ficaria inseguro quanto a opiniões contrárias as minhas. Acho que ainda posso resolver esse tipo de problema.

Só preciso cultivar a serenidade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...