A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

terça-feira, 29 de abril de 2008

Karlinha...



... ela é uma amiga que nunca quero que afaste de mim, pois sua presença faz bem ao meu coração. Talvez não tive amiga com o mesmo amor que sinto por ela antes. Ela me traz tanta felicidade nos momentos de amargura e é das poucas pessoas que consegue me compreender. É pena que não tenha a conhecido 10 anos antes... se bem que nossa diferença de idade é muito grande, não queria que fosse assim.

Acho que não sou uma boa influência pra ela e talvez seja a hora de nos afastar... não sei realmente o que eu sinto por ela, mas talvez seja muito maior que amizade, não sei... ou será que Karlinha que consegue que todos que estão em a sua volta ficarem completamente apaixonados?! Estou muito contraditório neste texto... só que assim mesmo que sinto em relação a ela.

Desejo tudo de bom para essa garotinha e que todos os seus sonhos se realize.

domingo, 27 de abril de 2008

Mai Shiranui



Não tem nada pra falar hoje, então vou falar de uma gostosa, ha, ha, ha... Existe uma personagem dos games que eu gosto muito é a Mai Shiranui. Lembro como se fosse ontem na 1ª vez que a vi em um fliperama: Foi amor a 1ª vista.

Essa garota ninja teve a sua 1° aparição em Fatal Fury 2, jogo da série que saiu em 1992. De corpo escultural e personalidade carismática, Mai no instante deixou os coadjuvantes para entrar na turma dos principais, atrás apenas de Terry, Andy e Joe. E nunca mais deixou de aparecer nos jogos da série (com exceção de Garou). Ela também é figura carimbada também em The King of Fighters e nos crossover da SNK com a capcom.

Acredito que a sua fama repentina seja devido a sua famosa pose de vitória, em que ela esticava os braços e fala alguma frase em japonês, eu acho... e é claro, os balanço do seu seios... E que seios!! A quem diga que cada versão dos games eles ficavam ainda maiores, sem contar que agora também balançava em qualquer hora, não só quando ganha. E como sou admirador de mulheres com esses atributos, no instante virei seu fã.

A ilustração desta postagem é de um desenhista que eu o admiro muito: Masami Obari. Graças a ele eu aprendi a desenhar garotas peitudas como ninguém. Isso sem contar que o mestre desenha uma Mai gostosa pra caramba!

Futuramente, colocarei mais artes feitas por este grande artista.

Nossas derrotas



Mais um dia do seminário de ArteCiência 2008... E ontem também foi legal, pois teve uma palestra super boa, além de uma ótima boca livre, he, he... E com hoje não foi diferente. Só que fiquei triste por ter chegado muito tarde para a oficina, que teve pela manhã... Que lástima! Mas pelo menos vi a palestra com o tal cara que ia fazer a oficina (desculpe, mas não lembro do nome dele...) e muito que iria ouvi lá acabei ouvindo na palestra. Depois teve a palestra com Ana Mae Barbosa: essa da foto ao lado.

Engraçado, nem sabia que aquela senhora gorda papilteira da plateia que disputava comigo a comida (brincadeirinha!) era a "famigerada" pessoa em questão. Bom, finalmente vi com os meus próprios olhos o que meu professor de artes (Sebastião Pedrosa) sempre fala: que ela é uma autoridade quando o assunto é arte e... não que é mesmo!? Ana Mae falou das deficiências da arte no Brasil e a forma que se pode aprender ciência através dela. Porém, o que mais impressionou foi quando ela comentou que o nosso currículo deveria ter registrados os nossos projetos que não foram realizados, pois são neles que mostra o quanto a gente tenta na vida.

Realmente, são as nossas derrotas que nos fazem mais forte e não as vitórias. Se eu tivesse pensando nisso quando reprovei a 5° série em 1992, muitos dos meus traumas eu teria evitado. Errar, reprovar, começar tudo de novo... Isso não é pecado! O problema é quando a gente se lamenta por eles e isso infelizmente fiz muitas e muitas vezes. Mas tai: Ana Mae falou uma coisa que a parti de hoje guardarei por toda vida...

Ops! Agora com licença que já está na hora da outra boca livre, he, he..

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Bruce Madruga



Deixando de ser chato por um instante, vou aproveitar o assunto da postagem anterior para comentar um trabalho que eu gostei muito, que foi de um amigo e nele tinha várias fotos bem constrangedoras ou estranhas tiradas da Internet e depois colocadas em um cubo de papel. A professora falou qualquer imagem e foi isso que ele fez.

Tinha Paris Hilton (eca...) junto com o papa defunto João Paulo II (ou um sósia dele, sei lá!!...), outra que não lembro bem e outra que não lembro muito menos... Mas tinha uma que era impossível esquecer, que foi da muito hilária Bruce Madruga: mistura de Bruce Lee com Seu Madruga. Ou seja, trabalho de picareta mesmo!!

É de rachar o bico, hi, hi, hi... Com certeza assim nem Dona Florinda conseguiria derrotar-lo. Achei muito massa, tanto que vou usar no perfil do ORKUT por algum tempo.

Na internet a gente encontra cada coisa...

Trabalhos de Desenho Geométrico


Os meus trabalhos da cadeira Desenho Geométrico.

Bem, hoje é o dia de entregar os trabalhos da cadeira de Desenho Geométrico. Os meus, que são só esses aí em cima, são bem simples... diferentes de outros cheios de frescurinhas. Por isso, resolvi fazer a prova mesmo. Posso até me ferrar, mas preferi tomar essa decisão.

Todavia a cada dia que passa percebo que essa turma não é tão "legal" como parecia no início... É como se agora as máscaras estivesse caindo e as pessoas estão se revelando como são na realidade. Acho que vou evitar contatos com certas pessoas a parti de agora.


terça-feira, 22 de abril de 2008

Ah! My Goddess


Desenho em aquarela que fiz da protagonista.

Ah! Falar deste desenho é uma maravilha, pois sou completamente apaixonado por ele. Principalmente pela personagem sua principal:

Belldandy

Se por acaso tiver uma filha, com certeza este será o nome dela. He, he, he... ela é uma Deusa (daí o título, que em português é "Ah! Minha Deusa"). Bellydandy faz parte de uma animação que tem como base as crenças nórdicas onde ela é uma das Deusas do destino, junto com suas 2 irmãs: Urd (passado) e Skull (futuro), sendo ela a do presente. A história é um romance dessa gracinha com um jovem universitário e as atrapalhadas que os dois vivem.

Foi mais ou menos no ano 2000 que tive conhecimento desse anime, graças a uma fita VHS que meu irmão trouxe pra casa. Era de um colega dele e tinha nela gravado várias atrações do canal Locomotion, um canal de assinatura que achei muito bizarro e ao mesmo tempo atraente... Infelizmente ele não existe mais.

Tendo visto numa época em que eu estava muito triste e deprimido... Acredito que esta animação foi um dos fatores que me ajudou a passar dessa fase, pois quando vi a Deusa Bell, tive uma paixão a 1ª vista. Tanta paixão que acabei fazendo a minha versão que é esta imagem ao lado, baseado numa desenho original que eu tenho até hoje. Com certeza é a garota que sempre sonhei pra mim e se fosse casar com um desenho, com certeza eu a escolheria, hi, hi, hi...

Quem sabe não encontre uma de verdade parecida?

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Tiradentes


Joaquim José, um revolucionário...

Sabe quando você é preguiçoso e tem um livro que era para ler na 5ª série e até hoje não leu? Pois bem, essa pessoa sou eu. E o tal livro era sobre a história desse cara da imagem ao lado.
Graças a ele, hoje se "comemora" o dia em que Joaquim José da Silva Xavier virou uma carne de sol na cidade do Rio de Janeiro.

Eu sei que parece um humor negro (e que alguns mineiros xiitas vã querer a minha cabeça), mas entenda: por incrível que pareça, eu não tenho nada contra o cara. Só acho estranho essa santificação do pobre coitado, se na verdade ele foi usado como salmoura e exemplo para outras pessoas não se revoltar. 


Agora o engraçado que só ele teve essa pena, enquanto os outros revoltantes tiveram penas mais brandas como ser exilado e só.

Acho que a conta bancária dele não era muito gorda, hi, hi, hi... Ops?! Escapou...

Tiradentes ou Jesus Cristo!?

Pois é... Assim que é contado desse jeito que eu descrevi pelos professores de Literatura, que exaltam os outros revoltantes da Inconfidência e deixa ele de lado... Em contrapartida os professores de História conta a maneira clássica e oficial: que ele foi um revolucionário que morreu pelo seus ideais de tentar transformar o nosso país num lugar livre. De fato, ele foi isso daí... 

Mas não sei se ele realmente queria libertar todo o Brasil.

Curioso é que anos depois quem o ressuscitou como a gente conhece hoje em dia foi o exército, nos 1° anos da república brasileira. E por falar em ressuscitar, deram a Tiradentes uma áurea toda de "salvador cristão"... que se sacrificou para que nós tivesse independência. Na boa, se realmente era essa a sua intenção, então foi muito incompetente, pois até hoje não somos independente de nada.


A única coisa boa de se comemorar é que hoje não tem aula, já que é feriado.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Dia do Desenhista



Hoje é o meu dia, eu acho... pois desenhar é uma das poucas coisas que faço bem, e mesmo assim, não é tão bem como penso. É um tipo de esforço humano que é admirado por muitos, todavia não é valorizado. Ser um desenhista é como está ao mesmo tempo no céu e no inferno.

Só que essa forma de ver o desenhista é mais por aqui, pois em outras partes do mundo como Estados Unidos, Japão e o continente europeu é uma profissão como qualquer outra. O Brasil que não quer dá o merecido valor, tendo que seus artistas faça sucesso lá fora primeiro para depois fazer aqui... absurdo isso! Fico pensando se um dia ainda irei ganharei grana com isso...

Talvez sim, se o cara da foto acima conseguiu, por que eu não?

Piaf



Bem, acabo de voltar do Cinema do Parque, após assistir um filme muito grandioso: PIAF. Nele conta a história de Edith Piaf, uma cantora que eu sabia muito pouco de sua trajetória, mas já admirava na suas músicas.

Irônico é que nem fui para o centro da cidade para este fim e sim para carregar a passagem do meu passe fácil. Só que tinha chegado atrasado, devido ao trânsito pesado e o segurança chato de lá não deixou eu entrar por causa de alguns minutinhos passados.

Mas foi bom do mesmo jeito, pois só assim tive a oportunidade de rever esta bela película. Sim, porque já tinha visto no Cinema da Fundação, onde passa muitos filmes bons e... Êita! Estou mudando o rumo desta postagem, he, he, he... Eu acabo fazendo isso toda vez, não tenho jeito mesmo... Enfim, melhoro no próximo filme comentado aqui.

Agora voltando... O engraçado que ouvia suas músicas, mas nunca parei para saber o pouco de sua história (que só conhecia um pouco num diálogo de 2 jovens lésbicas que vi em outra película antes). Agora com este filme conheço um pouco a sua história ou uma versão dela. Para quem não viu, veja!! Pois vale a pena... ou melhor: vale muito a pena!! He, he, he... não é a toa que a francesa Marion Cotillard recebeu o Oscar de melhor atriz pela sua magnífica interpretação.

Vou comprar quando sair em DVD , pois vai valer cada centavo gasto!

terça-feira, 8 de abril de 2008

Aneta Buena


Baixinha avantajada, he, he, he...

Ai, ai... O tempo passa e eu não volto a minha cabeça para os estudos... Ô droga!! Não sou tão jovem faz tempo. O problema é que perco tempo demais vendo vídeos de belas garotas na internet. Então já viu, não é? Mas também pudera, eu encontro cada
garota nova com uma bela comissão de frente...

Essa aí do lado parece ter um dos bem grandes, he, he, he... Ora, as vezes fico pensando o porquê de ter essa tara toda por garotas assim. Será por que eu mamei pouco quando era bebê? Acho que não, pois minha mãe disse que mamei até os 4 anos.

Bem, seu nome é Aneta Buena e ela nasceu na Polônia (lugar que junto com a República Tcheca que... Sei lá... Deve ter o maior número de garotas de seios grandes por metro quadrado). Anet
a é uma das estrelas de um famoso site polonês que tem como tema essa parte feminina. Futuramente falarei mais das outras estrelas desse site.

Agora, fico pensando: esses meus "desejos insanos" por mulheres... digamos... "VACAS"?? Ha, ha, ha... Acredito que esteja ligado com algum sentimento pueril meu. Minha mãe dizia que eu chegava como que "adorar" os seios dela. Eu fazia uns barulhos estranhos, que estranhamente passei a fazer agora com meus gatos. Pois é... Cada um com sua tara, não é mesmo!? Freud explica!!

terça-feira, 1 de abril de 2008

1° de abril



Hoje é o dia muito interessante, pois é uma data que já foi o início de um ano, de uma jornada. Das tradições pagãs... Até que ficou apenas como um dia de zona, depois que os cristãos dominaram a inteligência ocidental e fica zombando dos outros que não cheguem a sua doutrina.

Esse dia passou a ser assim depois que foram criados os meses de Julho e Agosto, representando o ditador Júlio César e o imperador Augusto. Depois disso, este dia acabou se tornando o dia da mentira, pois já não era mais o dia onde começava mais o ano.

Entretanto ainda têm pessoas que consideram o ano começa nesse período, principalmente do campo exotérico. Não é a toa que o signo de Áries, que começa em Março, é considerado o início dos zodíaco. Na verdade, isso escrevi até agora não passa de "abobrinha", pois nem lembro se é assim mesmo, hi, hi, hi... Devo está misturando as histórias. Bem que eu sabia, ou tento aumentar, é que... Ai! Nem sei mesmo o que sei.

Vou acabar por aqui mesmo... FIM!!

Outros Trecos...