A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

sábado, 13 de novembro de 2010

Kung Fu Kid



Um bom filme para se ver é o novo (nem tanto agora) de Jackie Chan com o filho de Willy Smith: Jaden.

O filme conta a história de um garoto que se muda junto com sua mãe para uma terra distante de cultura diferente, costumes e pessoas diferentes. No ínicio ele acha isso tudo um saco, mas com o tempo começa a gostar do local, principalmente quando conhece uma garota...

Só que nem tudo são flores, pois logo percebe que existe um valentão nas redondezas e ele não vai deixar o moleque novato em paz. Isso não é nada, pois o novato sabe se defender muito bem... se não fosse o problema de que este valente sabe muito bem artes marciais e nosso protagonista sofre muito nas suas mãos. Sorte é que encontra um ilustre senhor zelador do prédio em que mora, que sabe Kung Fu e ensina como se defender, resultando numa participação em um campeonato de artes marciais.

Achou a história familiar? Pois é, trata-se de um "remake" de um grande sucesso dos anos 80: Karatê Kid. Só que desta vez a história se passa na China e não no Estados Unidos e além do garoto ser de fato um garoto e negro... e lutando contra um valentão, que agora é asíatico. Na minha ilustre opinião, esta versão ficou muito melhor que seu antecessor em todos os sentidos! Por exemplo a representação dos personagens não deve nada a ninguém, muito legal, principalmente a do jovem Jaden, que fez muito bem o seu papel.


Aproveitando, este foi o 1º filme que eu vi do garoto, já que o outro que ele fez com seu o pai da vida real (Willy) não cheguei a ver totalmente, só alguns pedaços. Falando nisso, não é porque o pai dele está na produção da película, mas ele realmente mereceu o papel. (ou talvez Ralph Maccio é que era muito ruim, vai saber!)


Outro que merece destaque pela sua atuação é Jackie Chan. Fez um personagem com característica que não é comum nos seus filmes, muito dramático. Confesso que a tempos queria ver uma película decente de Jackie nos cinemas e a última tentativa que tentei foi no besteirol chamado Reino Proibido.

A melhor cena é quando destroe o carro depois de concerta-lo e quando ele aparece chorando, lembrando de mulher e filho que morreram em um acidente. A cena é uma prova que, além de dá porrada, Jackie também é um bom ator.

E hoje faz 2 meses que faltei meu curso que eu faço a noite para assistir este filme e confesso que até que gostei, mas a única coisa que ficou ruim foi o fato dele não se chamar Kung Fu Kid. (Daí a minha revolta e de ter colocado "Kung Fu" ao invés de "Karatê" no nome da postagem).


As desculpas que os produtores deram foi que isso era uma espécie de homenagem para o filme original, só que tenho as minhas dúvidas: Para mim foi que queria ganhar em cima dos saudosistas.

O filme para ser assistindo, eu recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...