A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Herbert Vianna


Hoje é uma data muito especial para uma pessoa que tenho uma profunda admiração: Herbert Vianna.

Lembro-me muito bem quando era moleque, em que ouvia as suas músicas e achava bastante legais, porém não sabia de quem era o cantor e muito menos a sua banda (Os Paralamas do Sucesso). Foi um tempo que não era muito apegado a música, onde gostava mais de ficar em casa jogando videogame, principalmente o Master System. Entretanto teve um certo momento na minha vida que eu quis me desapegar deles e conhecer outras coisas novas e interessantes. E foi com os Paralamas a minha 1ª tentativa para sair do mundo de apertar os botões (ou apertar outros tipos de botões como o do aparelho de CD, por exemplo).

Herbert Vianna: Senhor Careca Man.

Conheci a banda através de um amigo em 1995, que tinha o recém lançado "Vamo Batê Lata", um CD ao vivo que contava com muitos sucessos do grupo. Foi neste disco que descobri que eu era fã do grupo e não sabia, pois tinha várias canções que conheci só de ouvir nas rádios indiretamente ao longo da minha existência até então. A parti daí, comecei a acompanhar a carreira dos Paralamas, comprando seus álbuns e gravando tudo que aparecia na tevê: Desde de entrevistas, clipes e até apresentações em programas de auditórios. Infelizmente tudo isso está em fitas VHS mofadas que nem sei se ainda presta para assistir.

Fiquei um fã mesmo da banda, mesmo que alguns amigos meus da velha guarda dos games gostava de ficar zombando desse meu gosto musical (eles costumava ouvir coisas de fora, naquela velha história do que o de fora é sempre melhor), mas nem aí... mesmo que o cantor, o aniversariante do dia, não fosse o exemplo perfeito de bela voz, eu gostava assim mesmo. Até no momento que soube de umas possíveis plágios que ele tenha cometido em cima de um Grande Lican, continuo sendo seu fã, pois isso não me importa para mim.

Herbert no começo desta última década passou diversas privações, com o acidente de ultraleve que ocorreu com ele a 10 anos atrás num dia antes do meu aniversário. Neste fatalidade perdeu sua mulher e ficou paraplégico. Mas com a ajuda dos familiares e companheiros de banda, conseguiu recuperar lançando novos e discos e fazendo shows no Brasil à fora como no último réveillon do Recife. Fui para Boa Viagem assistir os fogos. Porém diferente das outras vezes, este ano foi péssimo... só não foi uma desgraça total por causa dos Paralamas.

Fiz até esse vídeo tosco quando eles cantaram a minha música favorita:

Ele comemora 50 anos de puro talento nesta terra... parabéns, Herbert!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...