A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quinta-feira, 1 de julho de 2010

"Ria e o mundo rirá com você... "



"Chore e você chorará sozinho"

Esta frase que supostamente se atribui a Shakespeare define muito bem a minha vida. Acho que não só a minha, mas de todas pessoas que num momento da vida sofrem. Fico olhando toda a minha caminhada e percebo como muitas vezes eu sofrir desnecessariamente, esperando um ombro amigo em vão. Aborrecia com coisas pequenas que não valeria a pena ter gastado tanta energia nelas.

Hoje, perto de completar 30 anos, vejo tudo com tristeza e angústia... porém, tento não pensar deste jeito, pois na maioria das vezes por ter tido este tipo de humor, uma parte da minha vida passou e eu não vi... ou então, fingir não ver. Agora, vejo tudo com serenidade, sem esperar muitas coisas dos outros e também não deixar algum amigo necessitado, já que ajudar o outro é ajudar a si.

Vi que magoei muitas pessoas e também fui magoado por algumas delas. Tem umas que guardam rancores até hoje e outras que já até me perdoou, porém o nosso relacionamento não é a mesma coisa. Eu, por exemplo, resolvi não guardar mais ressentimentos, pois não adianta nada e só faz a gente se sentir doente.

Percebo que não adianta esperar que o mundo tente me compreender. Por isso, não quero mais esta dor, agora quero ter paz de espírito... comigo e com os outros, independente de quem sejam. A vida é tão complicada, todavia nós seres humanos temos a péssima mania de complicar-la ainda mais. Pensando bem, acho que ela é bem simples, a gente acaba estragando com picuinhas. Vejo o meu curso de artes, por exemplo, tava no ínicio indo tudo tão bem... só que com o passar do tempo, eu comecei a reprovar cadeiras; desentender com colegas de curso; dá ouvidos a fofocas; faltar as aulas e ficar desgostoso com todos!! Atualmente estou pagando pela intolerância... e este é só o meu problema acadêmico, ou seja, um dos meus problemas...

Enfim, esta postagem é para dizer que eu estou jogando todas as minhas máscaras, aflições, egoísmo e medos... quero ser verdadeiro e bom. E desta vez é sério, para não ficar em débito com ninguém e principalmente comigo.

Da mesma forma que meus cabelos, quero começar do zero!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...