A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

2010 (Epílogo)



Esta aqui é a última postagem do ano. Um ano em que dediquei muito a este blog... até demais, já que aqui acredito foi a única coisa da minha vida que andou... ilusões amorosas, vida acadêmica em declino, amizades substimadas... tudo que aconteceu de ruim neste ano... ou boa parte dele foram contadas ao longo das grandes postagens que enfeitam as páginas em 2010. Talvez seja por causa dessas coisas que eu acabei cortando o cabelo.

E falando nele, não era minha intenção cortar-lo, pelo menos este ano. Mesmo que diga que não, com certeza foi por influências externas que acabei fazendo isso, mostrando assim como eu ainda sou fraco. Enfim... sentimentos como inveja, rancor e decepção ainda permeiam o meu coração... pensava que já estava livre disso, mas na verdade só assumir que tinha e não fiz nada para combater. Até que isso é uma boa coisa, já que nessa sociedade hipócrita que vivemos, dificilmente alguém admite suas fraquezas, pois se assim o fizer, corre risco de ser engolido pelos outros. Eu por pouco fui...

Todavia nestas últimas semanas lendo as postagens antigas em que envolvia os meus sentimentos nelas, percebi o quanto fui negativo ao longo destes 2 anos mesmo que na teoria queiria mudar. E isso na verdade é apenas o reflexo de toda uma vida voltada em pensamentos negativos. Agora percebo o porquê a minha vida em nada está andando... sou muito pessimista, ninguém quer ficar perto de um, parece ridículo mas finalmente a ficha caiu. As pessoas se afastaram de mim não porque eu quis ou porque elas não gostam de mim. Elas se afastaram porque sou muito chato!! Credo!!! Nem eu se pudesse queria ser amigo de mim... bicho chato pra caramba!!!! He, he, he... um pouco de humor para melhorar o meu astral é válido.

Neste momento, estou preste a completar 30 anos e isso também me incomoda. Tive a mesma sensação quando estive perto de ter 20 anos, ficava olhando para atrás e não vivia o presente. Agora o meu passado aumentou e agir assim não adiantou de nada, pois ninguém pode evitar ou parar o tempo, afinal tudo que nasce tem que envelhecer... e o máximo que posso fazer é aceitar. Na verdade devia ficar feliz por chegar a essa idade, já que muitos que nasceram no mesmo ano que eu já não está entre nós por diversos motivos. Por isso quero que essa nova década que espero viver eu passa a ter uma nova ótica sobre a vida, não chegar em 2020 e ter as mesmas frustações que tenho agora e tive em 2000. O tempo continua a passar e não perdoa ninguém. Então quero viver estes próximos 10 anos de um jeito como nesses quase 30 não vivi. O lance é esquecer os erros que eu já fiz e começar a viver, mesmo que ainda exista alguém que tente me lembrar deles, não vou me abater mais com isso.

Hoje quero ter amor próprio, fazer e pensar do jeito que eu quero, ja que não adianta nada mudar para agradar os outros, pois no final para eles nunca é suficiente e a única coisa que acontece desagradar também a mim. Se é para agradar alguém, que seja eu, independente das reações negativas ou afastamentos que isso pode acarretar... quem é amigo de verdade fica próximo nos momentos felizes e principalmente nos tristes ou de adversidade.

São promessas de fim de ano que pelo menos desta vez quero que se torne realidade, como num dia em que uma pessoa muito especial desejou para mim no ínicio deste ano.

2 comentários:

  1. Você é chato mesmo, nem se dá conta que tem gente que ainda quer amizade contigo!
    Bem, feliz ano novo!

    PS.: Vim ao teu blog me inspirar para fazer minha retrospectiva 2010!

    ResponderExcluir
  2. Ainda?! Ha! Ha! Ha! Então tenho poucas chances de manter as amizades, não é mesmo? Não se preocupe, que as amizades substimadas que eu falo não é a sua. Você enche o saco, irrita, mas é legal.

    As amizade que falo são de pessoas infíeis, narcisitas e de caráter duvidoso que engole sapo e arrota um leão por coisas que são nada mais que suas obrigações. Este tipo de gente acabei deixando muito que se intrometer-se na minha vida e agora percebo o quanto fui um banana para permetir isso.

    O que antes não tinha dúvidas, agora tenho certeza que era feliz antes quando segui-a o meu coração, pois se não tivesse desviado... talvez agora estivesse em situação melhor.

    Um beijo e Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...