A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Marina Silva



Hum... estamos em periodo de transição. Momento para escolher o mais novo governante do nosso país. E para isso, temos como opções possíveis 2 vertentes: PSDB e PT. Só que nesse momento entre o 1º e 2º turno, uma candidata que fez toda a diferença:

Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima.

Sua vida foi completa luta, duvida? Então veja esse breve histórico: Marina nasceu no estado Acre em 1958. Filha de um casal que teve 11 filhos dos quais só 8 permaneceu com vida. Viveu sua infância e sua adolescência numa palafita que ficava em um seringal. Aos 14 anos, teve que suportar o duro golpe da perda da sua mãe: Vítima de várias doenças adquiridas por causa da situação precária do local onde vivia. Um ano depois, a própria teve que ir para capital Rio Branco para se tratar. Lá se constatou que estava com Malária.

Depois de alguns anos, fixou-se definitivamente em Rio Branco, no qual recebeu os cuidados do Bispo Dom Moacyr Grechi. Matriculou-se no MOBRAL (sério o nome é esse mesmo!), projeto de alfabetização do governo militar fazendo alfabetizar-se com dezesseis anos e teve como 1º trabalho o de empregada doméstica. Sua juventude foi muito sofrida por doenças e contaminações, como já mencionada Malária, mercúrio e leishmaniose. Decidiu estudar o curso de História se formando 1984, ao 26 anos na Universidade Federal do Acre. Foi uma das percursoras do PT e lutou ao lado de Chico Mendes em defesa da amazônia e sua preservação. E por causa desta defesa, acabou se tornando seu ponto fraco dentro partido na atual filosofia. Ela era para ser a sucessora natural de Lula, mas o jogo de interesse dos integrantes do seu partido fez com seu nome fosse descartado e que se afastasse dele.

Bem, não foi desta vez, mas não há motivo para desanimar, afinal foram 20% do eleitorado brasileiro apostando numa terceira via, e eu fui um deles. Se por ventura ela tentar ser candidata novamente nas próximas eleições presidencial em 2014, ela já tem o meu voto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...