A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Tyra Moore



Caramba... falei que fazía tempo que não falava de nipônicas, mas acho que nunca mencionei uma negra. Então está mais que na hora de falar de Tyra, garota natural de Nova York. Ela quando mal completou a maioridade, iniciou a carreira de stripper e mais tarde em 2006 entrou no mundo pornográfico.

Para algumas pessoas que me ver olhando um dos seus belos e culturais filmes, já me disseram que tenho um péssimo gosto para mulheres. Tudo bem que Tyra tem um nariz de batata, testuda, magrela demais e parece ser muito alta... só que com estes belos bombons de chocolate, para mim já está bom. Adoro eles porque, além ser enormes, são empinados de uma forma que desafia em peso as leis da gravidade... e o melhor são totalmente naturais, deixando ainda mais espantado com tanta gostosura.

Durante estes 4 anos que navego mais na internet, tive um grande prazer em conhecer tantas garotas deliciosas ao redor do mundo com padrões tão anormais que nem sonhava que existia de verdade sem silicone. Sem contar que descobrir que não sou o único maníaco exagerado por isso no mundo... que existe até uma espécie de fanatismo religioso sobre este tema. Nada contra quem gosta de outros padrões de beleza feminina...

Mas no meu caso, uma garota assim para mim é a glória!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...