A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Animações Japonesas



Bem... uma coisa que já comentei por aqui, mas de forma indiretamente, é que gosto de animações. Não tem coisa melhor, vejo desenho animado desde de que era criança e provavelmente continuarei a assisti até chegar a 3° idade, he, he, he... tem um profundo interesses para animações de vários cantos do planeta, porém nunca falei da qual eu gosto mais: A animação japonesa.

Ser fã deste tipo de animação não é nenhuma novidade nos dias de hoje, todavia na época que comecei a gostar, era muito difícil. Existia muito preconceito, pois na época que era os anos 80 (sou velho mesmo, e daí?) os desenhos norte-americanos praticamente dominava a televisão brasileira. E ser fã deste tipo de desenho era taxado de mané ou esquisito, pois a maioria da sociedade não estava acostumada com as temáticas um pouco pesadas e visuais dos personagens bem diferente da realidade nossa.

Esta imagem era um desenho que eu assistia e também acho que é o meu Favorito: Zillion. Ele foi lançado em 87 no Japão e chegou aqui anos depois. Muito bom e recomendo para os mais novos. Por ter nascido nos em 81, eu me considero um dos grupos mais novos da velha geração. Animações japonesas, muitos antes de mim, sempre teve adeptos desta arte no Brasil. Nos anos 70 ainda era mais raro e se dava pra contar no dedo pessoas sem origem nipônicas que adoravam "os desenhos de olhos grandes". Existe relatos de pessoas mais velhas que adorava ver os desenhos que passavam na tevê. (não vou citar algum porque não sei de cabeça quais são...)

Mas voltando para a minha realidade, como já disse antes, ser fã de desenhos japoneses era vistos com maus olhos. O que eu ouvi de ofensas e gracinhas... a maioria das pessoas se identificavam mais com personagens como os Super Heróis americanos ou então os ditos infantis como Mickey. Eles cresceram com este tipo de influência e era como esses personagens fossem daqui também do Brasil. Bem... gostar ou não destes personagens gringos, não vem eu aqui julgar, mas a forma ditatorial que existia culturalmente era horrível. Tenho que admitir que até eu tive que ceder ou pelos menos não espalhar por aí que gostava dos desenhos japoneses, além de que as emissoras de televisão não arriscavam muito neste segmento.

Depois dos anos 70, 80... parecia que com tempo as animações japonesas tinham definitavelmente perdido terreno para já massificadas animações norte-americanas. Entretanto, em 1994, surge um desenho que mudaria o rumo para sempre do gosto dos brasileiros em sua boa parte: Cavaleiros do Zodíaco. Apesar deste desenho (conhecido no Japão por "Saint Seiya") ser um pouco datado, aqui ele fez um estrondoso sucesso e todos cantos só se falava dele e chegou a salvar por um bom tempo uma emissora decadente que hoje está sepultada. (em outra oportunidade falo melhor sobre este episódio)

Apareceram muitas revistas, grupos... e tudo ficou mais fácil de ser encontrado. Fico feliz que isso tenha acontecido... todavia nem sempre com as novidades, boas coisas aparecem.

Mas isso fica para comentar outra dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...