A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Nosso Lar



Ontem de noite fui este filme nacional que pelos trailers dava a sensação de ser muito bom. Eu poderia dá uma opinião melhor, mas fui ver junto com uns amigos que teve a "brilhante" ideia de ver na última sessão. Caramba! Só fazia dormir, parecia até que tava me desencarnando, he, he, he... bem, irei comentar as mensagens nos poucos momentos lúcidos conseguir captar.

O filme é baseado numa obra de Chico Xavier, que na verdade foi um espiríto que ele psicografou para ele. Esse espírito é o personagem principal da história: André Luiz.

O filme começa ele no mundo estranho, escuro com muita névoa... uma espécie de purgatório com muitas pessoas desesperadas perambulando de um lado para o outro. Até que nas suas súplicas, André consegue chamar estranho seres que brilham muito e levam para um lugar muito exótico, uma cidade espirítual que dá nome ao título do filme: Nosso Lar.

O que achei interessante é o fato de que a película mostra a história na visão das pessoas que já foram. Filmes assim já tinha visto até neste ano, mas nunca em que quase todos os personagens são espíritos. Lembra muito os mundos celestiais das crenças orientais.

Gostei muito dos efeitos especiais e queria poder contar mais, só que acabei dormindo nos momentos mais cruciais... ah! Uma coisa posso acrescentar e o que incoscientemente fez eu ver "Nosso Lar" foi fato que André Luiz é meu nome e ganhei por causa desse espírito. Um presente que ganhei mesmo sem querer do meu pai. Até que isso me aborrecia... só que agora nem ligo mais.

Quem sabe um dia conheço este Xará em outro plano?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...