A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Relíquias do Buda



Bem... eu esqueci de mencionar aqui no blog das Relíquias do Buda, que mais ou menos há 2 semanas esteve no Recife e eu visitei. Um evento interessante, pena que eu fui sozinho... mas fazer o quê se os meus amigos não gostam dessas coisas. Além do mais, eu não chamei ninguém... era bem provável que não iriam mesmo.

A Exposição foi no Museu de Abolição, na Madalena. O legal é porque também nem conhecia este Museu, só de nome. Foi uma boa forma de conhecer uma novidade com outra novidade. Sempre passava na pista em frente ao Museu dentro do ônibus e nunca imaginava que era aquele prédio. Acho que foi por causa disso que foi tão difícil encontrar-lo. Tanto que passei por lugares escuros que cheguei por um momento até ficar com medo.


No inicio do evento tava bem chato, mas depois que apareceu o Lama Padma Santem, as coisas animaram um pouquinho. Sem contar que abriram as benditas Relíquias de Buda, para eu poder filmar e tirar fotos... que isso para mim foi o maior barato! Tinha tantas coisas que nem deu para registrar tudo de uma vez... tive que andar por lá umas 2 vezes.

Mas mesmo assim, ainda não deu para observar tudo... era tantos detalhes que para gravar na minha mente teria que visitar a exposição umas 2 ou 3 vezes. Pensei até ir em outro dia, pois elas ficaram em Recife num fim de semana e o dia que fui era na Sexta, porém resolvi fazer só uma visita mesmo. Só que o fato é que talvez seja a única vez que vejo estas relíquias nessa vida, pois elas serão guardadas de forma definitiva em um relicário no coração da estátua do Buda Maitréia, que está sendo construída em Kushinagar, Índia. Ou seja, quem não foi, perdeu!

Ainda bem que fiz o vídeo das relíquias:


Fiquei feliz por terem liberado para eu fazer os vídeos e fotos, pois no ínicio não era permitido.


Mas a melhor coisa foi ser abençoado pelo o escolhido, he, he, he... agora terei total domínio sobre esta realidade. Olha eu aí ainda carequinha na foto ao lado. Nunca pensei que cortaria o cabelo assim, enfim... a outra pessoa é uma monja, que também dava bênçãos.

Tinham várias denominações religiosas, inclusive cristãs... coisa muito rara para este tipo de evento. Tinha tanta gente que em alguns lugares nem dava para andar direito. É bom saber disso, pois assim sei que não sou apenas eu que gosto deste tipo de evento.

Também tinha uma outra monja, que é australiana. As cores de suas vestes eram muito bonitas: Uma roupa vinho com um amarelo bem forte. A ideia original era receber as bênçãos desta monja, porém no momento que eu fui, ela tinha saído.

Pelo menos, ela aparece no vídeo que eu fiz de Lama Padma Samten:


Um evento muito bom, que valeu a pena ter me deslocado de tão longe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...