A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Eduardo Campos


Eduardo era minha opção para candidato

Estava a toa na Internet quando ouço pela tevê que um avião tinha caído. E que nele estava o candidato a presidência Eduardo Campos. Fiquei chocado: não bastasse a sequencia de mortes de famosos ou pessoas públicas que 2014 está levando, vem mais essa agora.

Eduardo Campos foi governador de Pernambuco por 2 mandatos seguidos e no último ano saiu para concorrer a presidência da republica onde estava em 3º lugar nas pesquisas. Infelizmente nunca saberemos se ele teria a possibilidade de superar os outros 2 concorrentes principais. Coincidência ou não, Eduardo morreu no mesmo dia (13/08) em que 9 anos atrás seu avô e também político Miguel Arraes falecia. Lembro do velório na época.

A única vez que encontrei com ele pessoalmente foi em 2007 no Derby, na abertura de filme Céu de Sueli na Fundaj (Fundação Joaquim Nabuco). Lembro ele altão passando por mim e colocando a sua mão no meu ombro e rindo. Foi bem inusitado.

Apesar já ter votado nele, nunca fui muito seu fã, mas era a minha opção de candidato este ano. Com a morte de Eduardo espero que Marina Silva se torne a candidata natural do PSB, visto que eu não tenho interesse em voltar em Dilma, muito menos no neto de Tancredo. É uma pena que tenha ido, pois seria uma ótima terceira via que o Brasil poderia ter. Uma de suas últimas frases concordo 100% com ela:

"Não vamos desistir do Brasil"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...