A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Alzerni: 1 ano depois...


Aquele olhar que derruba qualquer um.

Pois é... Hoje, 25 de Agosto, faz um ano que reencontrei pessoalmente Alzerni Etna Barbosa: uma das minhas melhores amigas que eu tenho... ou que pelo menos aparenta ser, sabe, as vezes a mente da gente prega cada peça...

Agora olhando friamente, não sei se ela deve ter achado bom ter reencontrado comigo naquele dia, he, he, he... Talvez esteja até um pouco arrependida. Mas acredito que lá no fundo, Alzerni tem um carinho especial por mim, mesmo que seja pequeno.

Não tenho vergonha de expor meus sentimentos, principalmente quando sinto que não tenho dúvidas e que eles são realmente verdadeiros... só que ter feito isso fez com que ela afastar-se de mim, talvez por achar que sua forma carinhosa esteja me iludindo e pense coisa que ela não quer.

Entendo se for o caso, porém o que sinto não tem nada a ver com seu jeito de ser. O que sinto veio desde da 1° vez que a vi naquela banca do centro da cidade, quando do nada uma até então estranha veio e me tratou super bem. Ou seja, o que sinto é mais antigo do que nossa amizade, que se construiu bem depois.

Talvez nada aconteça, talvez até fique sem ver-la por um tempo e nossas vidas tomem rumos diferentes... mas nunca esquecerei do sorriso encantador que me fez acordar de um mundo de frustrações que parecia nunca acabar. Mostrou-me como alguém pode transmitir felicidade para uma pessoa que nunca tenha visto antes e mesmo assim ser verdadeira.

É um sorriso que vale a pena guardar como lembrança por todos os anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hei! Cuidado com que você vai comentar...
Posso também vomitar na sua cara, infeliz!!!

Outros Trecos...