quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Eduardo Campos


Eduardo era minha opção para candidato

Estava a toa na Internet quando ouço pela tevê que um avião tinha caído. E que nele estava o candidato a presidência Eduardo Campos. Fiquei chocado: não bastasse a sequencia de mortes de famosos ou pessoas públicas que 2014 está levando, vem mais essa agora.

Eduardo Campos foi governador de Pernambuco por 2 mandatos seguidos e no último ano saiu para concorrer a presidência da republica onde estava em 3º lugar nas pesquisas. Infelizmente nunca saberemos se ele teria a possibilidade de superar os outros 2 concorrentes principais. Coincidência ou não, Eduardo morreu no mesmo dia (13/08) em que 9 anos atrás seu avô e também político Miguel Arraes falecia. Lembro do velório na época.

A única vez que encontrei com ele pessoalmente foi em 2007 no Derby, na abertura de filme Céu de Sueli na Fundaj (Fundação Joaquim Nabuco). Lembro ele altão passando por mim e colocando a sua mão no meu ombro e rindo. Foi bem inusitado.

Apesar já ter votado nele, nunca fui muito seu fã, mas era a minha opção de candidato este ano. Com a morte de Eduardo espero que Marina Silva se torne a candidata natural do PSB, visto que eu não tenho interesse em voltar em Dilma, muito menos no neto de Tancredo. É uma pena que tenha ido, pois seria uma ótima terceira via que o Brasil poderia ter. Uma de suas últimas frases concordo 100% com ela:

"Não vamos desistir do Brasil"

domingo, 20 de julho de 2014

Amizade Virtuosa: A Busca


Amizade: algo complicado para mim

Amizade... Algo tão complicado para mim. Complicado porque sou uma pessoa muito difícil de lidar e também porque o ser humano é um bicho complexo. As experiências que tive são o exemplo.

Tempos atrás encontrei pela Internet uma manauara muito legal que aos poucos me cativou, sendo mais tarde uma das melhores amigas que já fiz. Em diversas confidências pelo Face, parecia que conhecia de muito tempo. Pensei que tinha encontrado aquela amizade que é pra vida toda. Pois é, mas o tempo passou... Seu humor mudou, desilusões pessoais tanto minha quanto dela fez com que nos afasta-se cada dia mais. Ficou estranha, pensei diversas vezes me aproximar... Minha tentativa mais ousada foi de ir a Manaus para vê-la pessoalmente, mas isso foi como xeque-mate na nossa amizade.

Fiquei triste, sofri muito... Mas acho que tá na hora de sacudir a poeira e dá volta por cima. Ela não foi a primeira a me decepcionar e com certeza não será a última. Talvez que eu procure nas amizades que esteja errada. Minha professora de filosofia disse uma vez pra mim que a forma que as pessoas são "amigas" na atualidade que está errada, pois não se liga pela virtude, ou seja, o que cada indivíduo tem mais de bom. Amizade pela virtude é a amizade ideal e também mais difícil de se fazer. Quem tem uma amizade assim, guarde com carinho pois vale ouro. Devo ter 2 ou 3 pessoas que pode se encaixar nessa categoria.

Segundo Aristóteles, existe 3 tipos de amizade: de utilidade, do prazer e da virtude. Tanto de utilidade quanto do prazer não são ruins, mas seus elos são muito fracos. Amizade útil seria aquela que você vê utilidade naquele amizade, tipo alguém influente em alguma coisa que você almeje. A do prazer não é necessariamente relacionado a cunho sexual, mas esse pode ser também incluído. Um exemplo de uma amizade assim é alguém que você sente prazer de conversar, entre outras coisas. O problema desses 2 tipos de amizades é que quando utilidade ou prazer terminam, elas perdem seu valor. Amizade pela virtude você se liga pela pessoa é, pelo seu caráter. Boas são as pessoas que cultivam esse tipo de amizade, pois ela não morrem.

Continuam a minha busca por amizades assim... Para a menina nortista: que ela encontre seu caminho e que seja feliz. E se alguma dia querer se reaproximar, estarei de braços abertos. Posso decepcionar com algumas amizades que achava que eram verdadeiras, mas nunca com a amizade em si.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Especial Manaus: conheci a Amazônia


Pagando de turista no Teatro Amazonas

Hoje faz 2 meses que fiz a famigerada viagem pra Manaus, nunca pensei que isso um dia poderia acontecer. Lembro que a primeira vez que ouvir falar do lugar foi no meu aniversário de 6 ou 7 anos (não me lembro) em que com toda a família fomos a churrascaria comemorar o dia do meu aparecimento. Dos meus pais tinha ganhado 2 fitas de videogame de Atari, na verdade de um genérico: Dactar. Ela era daquelas fitas em que tem vários jogos, que bastar alterar o setor, e o jogo muda. Atrás da fita tinha escrito "Produzida na Zona Franca de Manaus" e embaixo tinha o convite "Conheça a Amazônia". Apesar do convite inusitado escrito no cartucho, além de achar estranho o jogo eletrônico ser feito no meio do mato (desculpe pelo preconceito caros conterrâneos de Manaus que chegar a ler esse blog) nunca pensei que um dia de fato eu iria. O tempo passou e a oportunidade chegou, mas infelizmente da minha parte ela não foi bem planejada.

Mas isso eu deixo por final desta postagem.

Bem, depois de quase 30 anos, volto a viajar de novo de avião, algo que imaginava nunca mais fazer. Afinal, quando fui era criança na época e não tinha aquela noção do medo de voar, que muitos tem e eu pensava que teria. O engraçado é que até que fui um bom passageiro, pensei que seria daqueles que entraria em pânico, mas até que superei bem. Tirando as turbulências que de vez quando tinha, até não é tão estranho, só tirando o fato de que fiquei com a dor de ouvidos do diabos, mesmo na volta, passei semanas assim. Chegando lá foi complicado: a pessoa (um devoto Hare Krishna) que tinha prometido um local com o irmão não retornava e como comprei a passagem e tinha decido ir assim mesmo, isso foi um tiro no escuro. Felizmente tive assistência do meu amigo Eduardo Moura, mais conhecido pelos amigos por Dudu que no fim da noite veio ao aeroporto me buscar depois de que eu tenha ficado quase o dia todo por lá.

Belchior: A pessoa ilustre, mítica e folclórica do Ivo Borges

Manaus é interessante, a maioria dos produtos eletrônicos do Brasil são produzidos por lá, uma iniciativa governamental do passado para desenvolver a região. Tanto é que das capitais mais ricas do país ela é a 6ª, o meu Recife perde feio, ela fica em 15ª posição. Entretanto se colocar em comparação os estados, Pernambuco ganha fácil do estado nortista. Em outras palavras, Manaus praticamente leva toda a Amazonas nas costas. A renda é muito alta, mas em compensação o custo de vida é alto também. Chegar lá infelizmente só pelo mar ou pelo ares. por incompetência de governos anteriores do Brasil, a Transamazônica nunca foi concluída. É triste, pois queria ir para lá de trem, seria mais divertido. Melhor do que voar... Eu acho! Uma vergonha o Brasil tão grande e não ter uma via ferroviária decente.

Mas voltando em Manaus, uma coisa que me incomodou é que lá tem muita pista emburacada. E não é lugar pobre ou da periferia que eu falo, é de lugar nobre. Pista boa mesmo eu só vi perto do centro. Outro fato é que não senti o famoso calor de lá. Falaram pra mim que fui na melhor época, por isso que não cheguei a reclamar do clima, que aliás tava muito bom. É claro que não poderia deixar de visitar o Teatro Amazonas, teatro esse que a primeira vez que ouvi falar foi quando as Spice Girls foram pra lá isso nos meados dos anos 90 do século passado. Ficava pensando na época como um teatrão daquele tamanho ficava no meio do mato. Pois é, tremendo preconceito o meu, não? Depois eu reclamo que os sudestinos fica dizendo que no nordeste ainda vive a época do cangaço de Lampião. Pois é, vivendo, aprendendo e evoluindo. Aproveitando, o arquiteto do teatro era um pernambucano, pelo menos foi o que a monitora do teatro disse.

Vi alguns amigos que fazia mais de 15 anos que não via. Foi muito divertido relembrar casos da nossa infância como aparece neste vídeo abaixo:


Foi muito divertido esse dia, conversamos bastante e além de relembrar fotos, também passamos a jogar os jogos das antigas que eram o sucesso na nossa adolescência, eita tempo bom!!! Pena que nesta viagem não encontrei Eliane: minha amiga que nasceu em Manaus, mas conheci em Recife e que é outra que também morava na famigerada Vila Brigadeiro Ivo Borges. Ela tinha outros compromissos e desencontro foi inevitável... Tudo bem, minha viagem foi muito inesperada. Que fique pra outra vez, ou quando aparecer por aqui em PE, como prometeu... Vou cobrar, ha, ha, ha...


Agradeço de coração meu pai que mesmo não podendo bancou essa viagem e o custo por lá. Ele sabia que a viagem era importante pra mim e sacrificou muito por isso; Ao meu amigo Eduardo que depois de entendendo melhor o meu caso, aceitou como hóspede e passamos uma semana divertida, relembrando os bons tempos de criança; E também o devoto que depois me explicou o porquê de não ter entrado em contato e assim não ter conseguido um lugar para ficar. É uma pena que a manauara, o real motivo de ter feito essa viagem, não entendeu e não quis me ver. Tudo por causa de um problema de local para ficar, ela se aborreceu e cortou relação. Se fosse o contrário, não a abandonaria!! Afinal aqui em casa por 2 vezes recebeu pessoas desconhecidas que foram muito bem tratadas. Mas aí é aquela história: cada só pode dar um que tem.

Dudu e sua esposa Priscila que teve a paciência e a compreensão de entender o que eu fiz
Gostava e ainda gosto muito dela, fiz isso tudo para encontra-la, mas foi em vão... Foi como nadar, nadar e morrer na praia, na praia do Rio Negro. Entretanto essa atitude não foi uma perda total, pois para quem achava semanas atrás que não iria conseguir, tive uma força de vontade tremenda, quebrando muitos e muitos paradigmas da minha cabeça, indo contra a minha natureza... Eu mesmo fiquei impressionado, algo que nunca sentir antes. Pela primeira vez na vida nos meus 33 anos sair da zona do conforto e fui atrás de um sonho, que para os outros seria um sonho banal, mas que pra mim significava muito: de encontrar alguém que se gosta, uma amiga que pra mim era tão especial que nem a considera virtual de tanta afinidade que sentia. Sentia isso, mas por ironia do destino continuou virtual, mas agora talvez nem amizade mais. Triste, mas a vida tem disso, as vezes temos carinho por alguém que nem sempre somos correspondido por ele.

A famigerada ponte do Rio Negro que tentei fazer um vídeo passando nela e ficou uma droga
Disso fica a lição: de planejar melhor seus projetos e de não esperar muita coisa dos outros, mesmo que essa pessoa seja especial e te trate aparentemente bem. Tudo na vida tem dois lados.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Sotaque nordestino NÃO existe!!


Nosso "sotaque" visto pela mídia sudestina

Agora pouco conversando com uma amiga manauara desinformada, disse pra ela que essa mania besta de colocar todos sotaques do Nordeste no mesmo balaio é coisa da mídia sudestina que acha que aqui todo mundo é paraíba ou baiano (isso na forma pejorativa). O argumento que ela me deu é porque como sou da região eu sei perceber a diferença, mas isso não tem nada a ver. Qualquer um que quer mesmo percebe essa tal diferença: um cearense fala diferente de um baiano que fala diferente de um pernambucano e por aí vai. Só mesmo sendo muito idiota para não perceber essa diferença.

Ora, ninguém pega um capixaba, carioca, paulista e mineiro e diz que eles falam sotaque sudestino, diz que cada um fala o sotaque de seu estado... Então por que raios tenho que aceitar que falo sotaque nordestino!? O meu sotaque é pernambucano...

PERNAMBUCANO!!

Ela ficou espantada porque fiquei tão aborrecido e ficou perguntando o porquê de tudo isso. Ora minha amiga nortista, se você aparecesse na tevê de forma caricata, sendo exposto ao ridículo falando com um sotaque cheio de retalhos que não representa a nenhum dos 9 estados da região com certeza não iria gostar. Se bem que, apesar de rara, a forma que se mostra o pessoal do Norte também não é das melhores. Não só o Norte, mas o Centro Oeste e o Sul... Entretanto o Nordeste a sua ridicularização é de longe a maior, e... Pasmem! Pelo próprio nordestino. Se no Brasil existe o tal do "complexo de vira-lata", no nordeste esse complexo é aumentado ao dobro. Estou cansado de ver de amigos e conhecidos exaltando o "sul maravilha" como se o caminho da felicidade estivesse ali.

Certa vez em 2010 quando a gente foi para Enearte em Ouro Preto, via eles exaltando a UFOP como fosse a 8ª maravilha do mundo. A universidade é boa, fato, mas nada que faça a minha perder feio, cada uma tem suas virtudes e defeitos como qualquer outra do nosso país. E falando em Ouro Preto, lembro certa fez numa conversa informal com um nativo que era da república em que eu estava. Ele começou a tirar onda com o meu sotaque fazendo o famoso "sotaque Frankenstein" que se ouve pela mídia e eu dizia pra ele que não falava daquele jeito. Então ele continuou fazendo, fazendo... Até que aí comecei a dizer que se falo daquele jeito, então ele falava que nem o "Nerso da Capitinga" e comecei a imitar o humorista: cara, ele murchou na hora. Pois é, pimenta no c* dos outros é refresco. Vai querer brincar com um profissional, ha, ha, ha...

Resumindo: quero dizer com essa postagem que essa história de sotaque nordestino NÃO EXISTE!! Será tão difícil de entender!? Agora, se tiver escrito sotaqueS nordestinoS, aí é outra história...

terça-feira, 4 de março de 2014

RoboCop



Hoje de tarde assisti o filme RoboCop na sua nova versão feito pelo diretor José Padilha, o mesmo de Tropa de Elite 1 e 2. Na verdade foi a Segunda vez, pois já tinha assistido legendado e agora fui ver dublado nessa Terça Feira gorda de Carnaval.

Bem, o filme conta a história de Alex Murphy que tem sua vida mudada depois de atentado e depois se ver transformado em uma máquina por intermédio de uma empresa multinacional que ver nele uma maneira de convencer a política americana a liberar a entrada de robôs no seu próprio país. Achei interessante a forma como a história foi contada, praticamente do lado oposto do original (espero que isso não seja um spoiler). Confesso que como muitos eu não estava dando muito crédito nesse remake, entretanto como era um brasileiro a dirigir o filme, resolvi dá aquele "apoio moral" que sempre faço para produções nacionais... Mas no final das contas nem precisou, pois o filme é muito bom.

Agora pra mim tem original e esse aqui. E falando no original, o conselho que dou para aproveitar melhor esta versão nova é não ficar comparando com a antiga, senão não irá aproveitar a mensagem que Padilha que passar com essa película. Veja uma nova história com os mesmo personagens.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Scarlett Johansson



Hoje uma data especial, pois umas talentosas atrizes faz aniversário. Na verdade o seu talento estar mais no que receia o seu sutiã: Scarlett Johansson. Tá, vou admitir que ela talentosa, porém poderia ter arte drámatica de uma pedra que seria fã do mesmo jeito, he, he, he...

O primeiro filme que eu vi dela (pelo menos acredito que seja) foi Ponto Final, onde ela aparecia como uma gostosa capaz de acabar com um casamento de um mané em acessão (que de mané não tinha nada, veja o filme e saiba o porquê). Depois disso, tudo que é filme que ela aparecia eu via, ou melhor, quase todos. Um dos mais interessantes é os que ela aparece como Viúva Negra, personagem de quadrinhos da Marvel.

Ela aquela atriz que só de olhar você fica apaixonado (com lípido a flor da pele). Espero algum dia encontrar alguém com o décimo de beleza que Scarlett tem. Estaria por mais que satisfeito... Modesto!? Eu?? Que nada... A gostosura dessa galega é tanta que para uma mulher esse pouquinho já tava mais que suficiente, he, he, he... O problema agora é achar.

Parabéns Scarlett!!

A LONGA CAMINHADA (Não Necessariamente Para o Oeste)

Big Lui em outros lugares... (WordPress)

Big Lui em outros lugares... (Tumblr)

Outros Trecos...

  • Vou Levando a Vida - Eu gosto de andar sozinho Eu creio em disco voador Sou eu quem faz o meu destino Não gosto muito de política Tô procurando um grande amor Sou um sujeit...
    Há uma semana
  • Kristina Milan - Esta aqui já conheço algum tempo, mas nunca oportunidade de falar dela por aqui... mas agora estou redimindo dos meus pecados, he, he, he... Kristina tem...
    Há um ano
  • Copista: Uma forma válida de Evolução - Sabe, uma forma de melhorar os próprios desenhos é copiar desenhos de outros. Sério, uma cópia não é uma coisa tão mau quando se faz com essa intenção. Um ...
    Há um ano